Lances de Sport x Petrolina
Lances de Sport x PetrolinaFoto: Léo Malafaia/Folha de Pernambuco

Estabilizar o carro leonino era a grande missão do Sport após um começo de temporada com altos e baixos. Após diversas oscilações com o primeiro comandante, Milton Cruz, com direito a eliminação na Copa do Brasil e derrotas para Flamengo de Arcoverde e Santa Cruz, pelo Estadual, coube ao técnico Guto Ferreira conseguir estabelecer o equilíbrio para a Praça da Bandeira. Em quatro jogos, quatro vitórias. Além do aproveitamento de 100%, o time marcou 13 gols, numa média de ais de três por partida, e sofreu apenas dois tentos. A consequência positiva dessa estabilidade alcançada é a concorrência interna no elenco rubro-negro.

Classificado para as semifinais do Estadual após atropelar o Petrolina, no último domingo, a principal vaga em aberto no time leonino parece ser ainda a de meia centralizado. Atualmente, Guto Ferreira vem "improvisando" Guilherme na posição, mas o técnico já avisou que não será por muito tempo, que essa não é a característica do atleta, que também deixou claro que é jogando aberto pelas pontas que ele se sente mais à vontade.

Leia também:
Adryelson define prazo para resposta ao Sport sobre contrato
Sport amplia contrato com pratas-da-casa Pablo Pardal e Elias
Dívida e nova realidade do Sport: Bivar explica nova cota

No último domingo, a saída de Guilherme ainda nos primeiros minutos de partida, após choque com o zagueiro Rogério, foi um dos testes que o comandante rubro-negro já tinha em mente, que foi a entrada do meia Leandrinho nessa função centralizada. E com o aval da torcida, que tanto pediu e viu Leandrinho marcar o terceiro gol leonino, na goleada de 4x0. Como ainda tem a semana inteira para trabalhar, já que o duelo contra o Salgueiro, pelas semifinais, está previsto para acontecer no dia 03/04 (quarta-feira), Guto Ferreira ainda tem bastante tempo para decidir quem será titular diante do Carcará. "Passei por muita coisa, mas nada melhor do que encontrar o clube que eu sou feliz e poder marcar um gol”, comentou Leandrinho.

Correndo por fora está o meia Sammir, que fez a sua estreia com a camisa rubro-negra diante do Petrolina. Com contrato vencendo no final de abril, o jogador de 31 anos atuou pouco mais de 15 minutos e vem agradando nos treinamentos. "É muito bom estar de volta, sentir o cheiro da grama, o toque na bola... Estou muito feliz e aos poucos vou pegando o ritmo de jogo", disse o animado Sammir.

veja também

comentários

comece o dia bem informado: