Lateral esquerdo Sander no treino do Sport
Lateral esquerdo Sander no treino do SportFoto: Williams Aguiar/Sport Club do Recife

A vida lá fora é mais complicada. Esse poderia ser o conselho que o Sport poderia ter levado para a disputa da Série B. Voando baixo no Campeonato Pernambucano, levando o título da competição, a equipe leonina ainda não engrenou na disputa da Segundona. Em três jogos, três empates e apenas dois gols marcados. O ataque rubro-negro, antes tão mortal diante dos times locais, ainda não conseguiu engrenar. Ainda em busca da sua primeira vitória, o Leão terá essa semana inteira para trabalhar antes de encarar o América/MG, no domingo (19), em Belo Horizonte. E para este duelo, o treinador Guto Ferreira poderá ter até cinco reforços.

Lesionados, o lateral-esquerdo Sander e o meia Leandrinho possuem boas chances de serem liberados para atuar. O primeiro já está na parte final da transição, após lesão no joelho esquerdo, e tem presença quase garantida no duelo. Já o segundo, ainda é considerado dúvida. Com uma contusão muscular na coxa direita, o jogador ainda está se recuperando e precisará correr contra o relógio para atuar.

Leia também:
Ponto forte no Estadual, ataque do Sport emperra na Série B
Sport completa 114 anos nesta segunda-feira
Oscilação e análise da Série B: Sport busca regularidade

Já o terceiro reforço é o também lateral-esquerdo Guilherme Lazaroni, que cumpriu suspensão no último sábado, no empate contra o Figueirense, e deve ficar como opção no banco de reservas. O jogador ainda reclamou de cansaço muscular, mas também deve ser liberado.

Por último e com menos chances de retorno, o volante Ronaldo iniciou a fase de transição na última segunda-feira (13), após duas semanas parado por lesão na coxa direita, e ainda precisará aprimorar a parte física. Com isso, João Igor deve continuar como titular.

A quinta e última peça pode ser a grande novidade. Liberado após cumprir três jogos de suspensão por uma expulsão ainda no ano passado, quando defendia a Ponte Preta, o atacante Hyuri está liberado e só depende de Guto Ferreira para ser utilizado. O jogador foi contratado ainda na disputa do Estadual, mas não chegou a ser aproveitado na competição.

E fazer o ataque rubro-negro se tornar implacável novamente é uma das missões do comandante rubro-negro. Nova referência do esquema utilizado, o meia Sammir vem evoluindo aos poucos, aproveitando até mesmo para fazer uma autoanálise. "A minha avaliação é positiva, antes de tudo. Fui também surpreendido, pois esperava que ia demorar mais tempo para ter a intensidade que precisava. O jogador também é feito de confiança e Guto me dá essa confiança", comentou Sammir.  

veja também

comentários

comece o dia bem informado: