Milton Bivar
Milton BivarFoto: Jedson Nobre/Arquivo Folha

A bola nem rolou novamente, mas o Sport conquistou uma grande vitória nesta quarta-feira (15), mas fora de campo. Dentro das quatro linhas, o clube encara o América/MG, neste domingo (19), na Independência, ainda em busca do seu primeiro triunfo na Série B 2019. Longe dos gramados, os rubro-negros conseguiram chegar a um acordo com a Rede Globo, detentora dos direitos de transmissão dos jogos do clube, e irá receber a cota que será paga aos 20 times que disputam Segundona.

A informação foi confirmada pelo presidente da Federação Pernambucana de Futebol (FPF), Evandro Carvalho, que afirmou ter sido um dos intermediadores da questão junto com a Rede Globo e a própria CBF, para que a quantia de R$ 5,6 milhões fosse repassada ao clube pernambucano. Segundo a Rede Globo, o Sport tem uma dívida vigente de R$ 18 milhões com a emissora e que por isso ela não repassaria nada aos leoninos nesta temporada.

Após muita negociação, a emissora carioca teria topado pagar a cota, mas fixando pequenas parcelas que o Sport vá amortizando a dívida. O mandatário da FPF não soube informar quantas e quais os valores dessas parcelas. "Isso aí é o Sport que vai dizer quanto pode pagar e negociar com a televisão. O caminho foi aberto e faltam apenas esses detalhes para fechar. O Sport não ficará sem cota", comentou Evandro.

Leia também:
Guilherme prevê jogo aberto entre Sport e América/MG
Em dívida, Sport tenta liberar verba. Cortes seriam de 40%
Sport pode ter até cinco reforços contra o América/MG
Em nova chance, Juninho renova contrato até 2021 com o Sport
Fim da novela! Sport renova com Adryelson até o fim e 2021

Além dessas parcelas, o Leão também irá se comprometer que em caso de acesso à Série A terá descontado da cota do no ano que vem o que ainda restará da dívida. Ou seja, caso o clube consiga o acesso no final desta temporada e tenha conseguido pagar apenas R$ 1 milhão, por exemplo, ele terá descontado R$ 17 milhões na cota de televisionamento para 2020. Nos últimos anos, os rubro-negros ganharam cotas que variaram entre R$ 35 e 50 milhões.

Procurado pela reportagem da Folha, o presidente Milton Bivar mostrou otimismo sobre o assunto, mas não quis entrar em muitos detalhes. Anteriormente, o mandatário leonino havia declarado que não tinha ainda um Plano B caso o clube não recebesse nenhum valor das cotas. "O Sport não vai ficar sem cota. Isso eu tenho certeza. Deverá ser um valor descontado, mas ainda não dá pra dizer o que vai acontecer. As coisas estão se encaminhando, mas ainda é um assunto complexo. Não dá para entrar em muitos detalhes", disse Milton, mostrando confiança no desfecho.

veja também

comentários

comece o dia bem informado: