Magrão, maior campeão da história do Sport
Magrão, maior campeão da história do SportFoto: Paullo Allmeida/Folha de Pernambuco

Após surpreender por não se reapresentar no treino da última sexta-feira, o goleiro Magrão seguiu longe do Sport no final de semana, ausente dos trabalhos realizados neste sábado e domingo (23). O comportamento do jogador, que está com 42 anos, reforça os rumores de uma possível aposentadoria. Segundo o presidente do clube, Milton Bivar, o “sumiço” de Magrão e o fato dele estar incomunicável é algo inusitado. O gestor, no entanto, pondera o momento.

“Magrão tem muito crédito conosco e temos que deixar ele à vontade para fazer o que gosta. Se ele estiver pensando em parar, é uma decisão muito difícil para todo atleta. Tenho certeza que ele fará a melhor escolha, e estamos do lado dele”, disse Bivar, ontem, em entrevista à Rádio Jornal. Ele palpitou ainda que o jogador talvez nem esteja no País. “Não enviamos ninguém à residência dele, até porque acho que ele está no exterior. Tentamos contato por telefone, acho que é suficiente.” Magrão tem dois filhos morando fora do Brasil, um na Itália e outro em Portugal.

O goleiro veste a camisa do Sport há 14 anos. Nesse período, levantou dez taças, sendo oito do Pernambucano, uma da Copa do Brasil (2008) e uma da Copa do Nordeste (2014). Se realmente pendurar as luvas, Magrão receberá uma série de homenagens do clube, com possibilidade até de um busto seu. O elenco do Sport tem folga nesta segunda (24) e retoma os treinos na terça (25).

veja também

comentários

comece o dia bem informado: