Treinador Guto Ferreira exaltou o bom momento leonino.
Treinador Guto Ferreira exaltou o bom momento leonino.Foto: Anderson Stevens/Sport Club do Recife

O Sport está às véspera de voltar a jogar, visando a volta da Série B, no dia 8 de julho. Tudo isso foi apenas um detalhe na coletiva do treinador Guto Ferreira, na tarde desta sexta-feira (28), no CT José Médicis. Como não poderia ser diferente, o principal assunto da entrevista foi o goleiro Magrão e a sua saída inesperada do clube. “Eu não mudo uma vírgula do que sempre falei a respeito da pessoa de Magrão, da importância e da confuta dele aqui dentro até o momento da parada”, disse Guto, ainda não primeira pergunta sobre o assunto.

Leia também:
Sport e advogado de Magrão se reúnem. Acordo segue em aberto
Conciliação? Sport e Magrão abrem possibilidade de acordo
Sport começa venda de ingressos para amistoso com o CSA

Questionado novamente sobre o que achou da atitude do jogador, o comandante rubro-negro não quis se alongar muito na resposta. “É uma decisão de cada um. O que menos importa é o que eu penso ou deixo de pensar sobre isso”, frisou.

Nos bastidores se fala sobre uma possibilidade de insatisfação de Magrão com a condição de reserva. Após falhas contra Flamengo de Arcoverde e Tombense, pela Copa do Brasil, a saída de Magrão se deu após uma falha diante do Santa Cruz, ainda pelo Pernambucano. “A minha relação sempre foi muito boa. Quando tiramos ele da equipe era um momento que ele passava por questionamentos. Não existe promessa de titularidade para ninguém. Existe situações com possiblidades, mas cabe o que está jogando deixar o vazio. Senão eu estou faltando com respeito. Como se sentiria Mailson se eu o tirasse ele do time sem motivo?”, questionou Guto.  

veja também

comentários

colabore com a folha

comece o dia bem informado: