Treinador Guto Ferreira, do Sport.
Treinador Guto Ferreira, do Sport.Foto: Anderson Stevens/Sport Clube do Recife

Desta vez, foi sem emoção. Após muitas rodadas sofrendo com gols nos últimos minutos e desperdiçando pontos preciosos, o Sport venceu bem o Vila Nova/GO e soube matar o jogo. Nos poucos momentos em que o time goiano tentou se lançar ao ataque, os rubro-negros conseguiram se segurar bem na defesa.

E foi nessa tecla de “saber sofrer”, tanto utilizada na Série B, que o treinador Guto Ferreira iniciou a sua coletiva após a partida. “Fizemos um jogo muito equilibrado e conseguimos controlar durante maior parte do jogo. Soubemos sofrer nos momentos mais complicados e vencemos de forma merecida”, analisou Guto Ferreira.

Leia também:
Sport vence o Vila Nova/GO, dorme no G4 e seca a Ponte
Médico do Sport explica situações de Sander e Adryelson
Sport enfrenta Vila e corre em busca do G4 perdido

Como não poderia deixar de ser, o comandante rubro-negro também falou sobre o ataque leonino, que foi bem mais uma vez. Diante do Botafogo/SP, foram três gols marcados. Nesta rodada, foram dois gols. “Estamos voltando a evoluir nesse quesito. Temos peças muito boas. Quando não dá com Hernane (Brocador), vai com Elton. O importante é que temos peças para repor, um grupo muito bom”, comentou o técnico.

Como nota negativa, Guto não deixou de lamentar a ausência do lateral-esquerdo Sander. Anteriormente, o jogador já havia desfalcado o time por um mês, após uma luxação no ombro sofrida após uma queda contra o Cuiabá.

Desta vez, o jogador sofreu um leve traumatismo craniano e já está vetado de encarar a Ponte Preta, neste sábado (24). “Ele é o capitão e a vontade dele muda o clima dos jogos. Todo mundo se contagia com toda a dedicação dele. Vamos ver como suprir essa ausência, que pode ser Com Raul Prata, que foi bem, ou até mesmo com outra opção”, finalizou Guto, dando a entender que deve mesmo escalar Raul Prata diante da Macaca.  

veja também

comentários

comece o dia bem informado: