Daniel retorna ao Recife e tem chance de se firmar
Daniel retorna ao Recife e tem chance de se firmarFoto: Reprodução/Facebook

A eliminação do Sport na primeira fase da Copa do Brasil aliada à improdutividade do time colocara Guto Ferreira em uma posição insustentável no comando da área técnica rubro-negra. O descontentamento do presidente Milton Bivar com o rendimento foi fundamental para dar um ponto final na “Era Guto”, com duração de quase um ano e encerrada na última quinta-feira. Dois dias depois, a vontade do mandatário novamente prevaleceu, e Daniel Paulista volta a assumir o cargo no Leão. O velho conhecido do torcedor rubro-negro desembarca no Recife encontrando uma série de desafios. Ele será apresentado como novo treinador da equipe nesta segunda-feira (17), no Centro de Treinamento José de Andrade Médicis, em Paratibe. 

Daniel se despede do ambiente confortável no Confiança/SE e vem encarar um momento conturbado na Ilha do Retiro, amplificado depois da derrota do último sábado no clássico contra o Náutico, por 2x0, nos Aflitos. Em Sergipe, é apontado como um dos protagonistas pelo acesso do Dragão à Série B e a manutenção da invencibilidade em 2020. Na Praça da Bandeira, por outro lado, parte dos torcedores têm desconfiança em relação ao trabalho do técnico. Afinal, não é a primeira oportunidade do paulista na função no Sport. Após o Leão escapar do rebaixamento à Série B em 2016 e 2017 sob o seu comando, Daniel deixou o cargo de auxiliar e foi efetivado para a temporada seguinte. Ele, no entanto, não conseguiu emplacar um padrão de jogo definido e voltou ao posto anterior ainda no final de março, sendo demitido em abril.

A demissão abriu as portas para o antigo meio-campista no mercado de treinadores. Após uma breve passagem pelo Boa Esporte, Daniel Paulista encontrou em Sergipe a liberdade para desenvolver a mentalidade de propor o jogo. O estilo ofensivo proporcionou o adeus do Confiança à Série C, onde os azulinos agonizavam há cinco anos. No Sport, seu antecessor sofria críticas constantes pela falta de um jogo mais propositivo. O novo técnico do Leão certamente irá agradar à torcida quando conseguir aplicar os treinamentos na prática. Ao mesmo tempo, implementar uma marcação encaixada deve entrar nos planos de Daniel, especialmente pelo nivelamento alto dos adversários na Série A.

Leia também:
Daniel Paulista é o novo técnico do Sport
Jovens, técnicos trabalhados pelo Sport buscam afirmação 

Pesa a favor do comandante o passado relevante com a camisa do Sport, onde foi campeão da Copa do Brasil de 2008 e tri do Pernambucano como jogador, e a chancela do presidente do clube para ocupar o cargo. A relação deve facilitar o aporte de novos reforços e a paciência da cúpula rubro-negra. Além disso, o ex-jogador demonstra que abandonou o papel de mero “apagador de incêndios” e tem a possibilidade de crescer de vez no cenário nacional. Agora, precisa comprovar a evolução e resgatar a química entre time e torcedor, maior aliado de todo treinador.


Despedida

Na última entrevista como técnico do Confiança, após a vitória diante do River/PI, no último sábado, pela Copa do Nordeste, o profissional falou sobre a nova oportunidade. “O desafio no Sport é gigante. Conheço bem a casa. Trabalhei nove anos lá, mas estou indo pelo trabalho. Vou fazer de tudo para colocar o Sport também no caminho das vitórias, agora na primeira divisão. Não foi uma decisão fácil. Estou pronto para os desafios. É um objetivo profissional maior. Deixo a equipe com a melhor campanha da Copa do Nordeste”.

veja também

comentários

comece o dia bem informado: