Suíça joga contra a Costa Rica de olho nas oitavas

Após empatar com o Brasil e vencer a Sérvia, Suíça joga pela classificação contra a Costa Rica, nesta quarta (27)

Shaqiri fez o gol da vitória da Suíça sobre a SérviaShaqiri fez o gol da vitória da Suíça sobre a Sérvia - Foto: OZAN KOSE / AFP

As atenções se voltaram nos últimos dias para Shaqiri e Xhaka, mas há outro suíço filho de imigrantes que merece atenção hoje, às 15h, ante a Costa Rica, no duelo pelo Grupo E, o mesmo do Brasil. Filho de mãe chilena e pai espanhol, Ricardo Rodríguez nasceu em Zurique, onde começou a carreira. Já usou até bandeiras do Chile e da Espanha nas chuteiras em homenagem às origens. Só não jogou pelo Chile porque, segundo o próprio jogador, "ninguém chamou".

Leia também:
Suíça vence Sérvia e embola grupo liderado pelo Brasil
Técnico da Costa Rica nega saída após supostas ameaças
No sufoco, Brasil vence a Costa Rica e respira na Copa

Aliás, não fosse pelo lateral esquerdo, a Suíça poderia nem estar enfrentando os costa-riquenhos com chances de se classificar às oitavas. Na repescagem europeia contra a Irlanda do Norte, fez o gol do 1x0 na ida e, no jogo de volta, tirou uma bola em cima da linha aos 46 minutos do segundo tempo para garantir o 0x0 e a vaga. De sangue latino, o Camisa 13 é essencial na equipe que, com vitória ou empate em Nijni Novgorod, assegura a classificação.

Já a Costa Rica carrega a "pressão" de ser a única equipe que ainda não balançou as redes na Copa do Mundo da Rússia-2018, algo que a equipe tentará modificar dando "uma alegria" aos torcedores na despedida do Mundial contra a Suíça, afirmou ontem o jogador Kendall Watson. Os costarriquenhos enfrentarão a Suíça com duas derrotas na Copa, contra Sérvia (1x0) e Brasil (2x0), e já estão eliminados no Grupo E.

Ficha do Jogo

Suíça
Yann Sommer; Stephan Lichtsteiner, Fabian Schar, Manuel Akanji e Ricardo Rodriguez; Valon Behrami, Granit Xhaka; Xherdan Shaqiri, Blerim Dzemaili e Steven Zuber; Mario Gavranovic. Técnico: Vladimir Petkovic.

Costa Rica
Keylor Navas; Johnny Acosta, Giancarlo Gonzalez, Oscar Duarte, Bryan Oviedo, Cristian Gamboa; Celso Borges, David Guzmán, Bryan Ruiz, Christian Bolanos; Marco Urena. Técnico: Óscar Ramírez.

Local: Nijni Novgorod
Horário: 15h (de Brasília) 
Árbitro: Clement Turpin (FRA) 
Assistentes: Nicolas Danos (FRA) e Cyril Gringore (FRA) 
Transmissão TV: Globo, Sportv e Fox Sports.

Veja também

Bryan valoriza trabalho da preparação física no Náutico
Futebol

Bryan valoriza trabalho da preparação física no Náutico

Pelé sobre Neymar: 'Sempre fico feliz quando vejo ele jogar bola'
FUTEBOL

Pelé sobre Neymar: 'Sempre fico feliz quando vejo ele jogar bola'