Superliga: campeão masculino pode sair neste sábado

Com duas vitórias contra uma do Sesi/SP, Taubaté/SP pode ser campeão caso vença esta noite. Jogo começa às 21h30

Lance de Sesi x Taubaté, na série final da Superliga masculinaLance de Sesi x Taubaté, na série final da Superliga masculina - Foto: Wander Roberto/Inovafoto/CBV

Após perder o primeiro confronto da série melhor de cinco jogos da final da Superliga masculina 2018/19, o EMS Taubaté Funvic/SP virou para cima do Sesi/SP e está a uma vitória de levantar o primeiro título nacional do projeto. Isso pode acontecer neste sábado (4), quanto os times se enfrentam a partir das 21h30, na Arena Suzano, em São Paulo, na quarta partida da decisão – com transmissão do canal à cabo SporTV 2.

Depois de dois jogos equilibrados, mas com placares de 3x0, em favor do Sesi/SP no primeiro e do Taubaté no segundo, os times fizeram um duelo de tirar o fôlego na última terça-feira. Foram cinco sets disputados ponto a ponto, com dois deles passando dos 25 pontos, inclusive. No final, melhor para o Taubaté, que deu um importante passo rumo ao inédito título. Uma nova vitória dos comandados do técnico Renan Dal Zotto neste sábado coloca um ponto final nesta edição da Superliga. Ao Sesi/SP, é vencer ou vencer para levar a definição do campeão da temporada para o quinto e último jogo.

“Acredito que a tendência é manter o equilíbrio o equilíbrio do último jogo. Mas, claro que este terá um peso maior mentalmente. Espero um duelo bem empolgante para a torcida. Tivemos momentos muito bons no último jogo, e precisamos manter estes momentos por mais tempo. Temos que manter nossa regularidade. Mas estamos em um ponto em que os dois times já sabem muito bem o que o outro vai fazer, e é um desafio mais mental”, analisou o técnico do Sesi/SP, Rubinho.

Para chegar à decisão, o Sesi/SP, time de melhor campanha na primeira fase, eliminou o Vôlei UM Itapetininga/SP nas quartas de final e o Sesc/RJ na semifinal. Já a equipe taubateana, terceira colocada na primeira fase, eliminou o Vôlei Renata/SP nas quartas e o hexacampeão da Superliga, Sada Cruzeiro/MG, na semifinal.

“A motivação e o comprometimento do time estão a mil, mas sempre com os pés no chão. Nós sabemos o quão difícil foi chegar até aqui e respeitamos muito a equipe do Sesi-SP, que foi o melhor time da primeira fase. Nós estamos muito focados e com certeza vamos em busca dessa vitória. A dificuldade numa série final longa vai aumentando à medida em que vamos chegando aos últimos jogos. Estudamos muito o time adversário, e agora a questão é buscar alternativas para anularmos os pontos fortes deles”, disse o experiente levantador do Taubaté, Rapha, de 39 anos.

Veja também

Sport visita o Flu e busca encerrar jejum fora de casa na Série A
Campeonato Brasileiro

Sport visita o Flu e busca encerrar jejum fora de casa na Série A

Kevyn testa positivo para Covid-19 e desfalca Náutico
Futebol

Kevyn testa positivo para Covid-19 e desfalca Náutico