Surfe: etapa de Margaret River começa nesta terça-feira

Quarta parada do Championship Tour, na Austrália, terá a presença de 13 brasileiros - 11 homens e duas mulheres

Praia de Margaret River, na AustráliaPraia de Margaret River, na Austrália - Foto: WSL/Divulgação

Após a interrupção dos eventos do Championship Tour (CT) de Surfe masculino e feminino em 2018 por causa de incidentes com tubarões próximos ao local de competição, a etapa de Margaret River, no oeste da Austrália, teve sua permanência no calendário mundial em cheque. O forte apelo dos patrocinadores da região, no entanto, falou mais alto e a praia foi mantida na programação para 2019. Mudou somente a data de realização do evento, no intuito de evitar uma concentração maior de predadores.

Agora quarta etapa do CT, Margaret River tem janela de competição aberta na noite desta terça-feira (28) – manhã de quarta-feira (29) na Austrália –, com a primeira chamada de avaliação das condições do mar marcada para as 19h (horário de Brasília). Esta época do ano costuma render boas ondulações na região de Margaret River. Para os primeiros dias, são aguardadas direitas e esquerdas de mais de 1,5 metro nas séries. O mar, porém, deverá crescer no final da semana, com expectativa de ondas beirando os 3 metros no sábado (1º) e domingo (2).

O Brasil terá, mais uma vez, 13 representantes, repetindo a etapa anterior, em Bali, na Indonésia. São 11 homens e duas mulheres. Depois da temporada avassaladora em 2018, com nove títulos em 11 etapas realizadas no CT masculino, o País vive um início de ano mais tímido. Foi ao pódio duas vezes, com Italo Ferreira, campeão na abertura do calendário, em Snapper Rocks, e Filipe Toledo, vice em Bells Beach – ambas as etapas na Austrália. Em Bali, etapa na qual Italo Ferreira competia como atual campeão, não teve representante nacional na final, algo que não acontecia desde a nona etapa do ano passado, na França, quando os australianos Julian Wilson e Ryan Callinan decidiram o título.

Leia também:
Sucesso no CT contrasta com situação do surfe no Brasil

 

No momento, são dois brasileiros no top 5, Italo Ferreira, em terceiro, em Filipe Toledo, em quarto. O bicampeão mundial Gabriel Medina é o próximo mais bem colocado, em décimo. A liderança é do havaiano John John Florence, que não fez uma boa campanha na etapa anterior, mas acabou beneficiado pelas eliminações dos concorrentes diretos, e a segunda posição está com o japonês Kanoa Igarashi, que deu um salto após conquistar o seu primeiro título em etapas do Championship Tour.

Entre as mulheres, a gaúcha Tatiana Weston-Webb, que figurou no top 5 em praticamente toda a temporada 2018, terminando o ano no quarto lugar geral, não faz um bom início de campanha. Nas três etapas realizadas até aqui, o mais longe que chegou foi nas quartas de final do primeiro evento do ano, na Gold Coast. É somente a 10ª colocada no ranking. A cearense Silvana Lima, por sua vez, retornou ao circuito em Bali, após mais de cinco meses recuperando lesões nos dois joelhos, e fez uma etapa regular, caindo nas quartas de final. No momento, é a 15ª.

O CT de Surfe de 2019, além do título mundial da modalidade, vale vagas diretas para os Jogos de Tóquio-2020, edição que marcará a inserção do esporte no programa olímpico. São duas vagas por país. As meninas se classificam se terminarem a temporada entre as oito primeiras. No masculino, estarão garantidos os dois melhores colocados dentro do top 10 – por enquanto, as vagas seriam de Italo e Filipe.

Margaret River Pro

Round 1 Masculino

1 - John John Florence (HAW) x Kelly Slater (EUA) x Jadson André (BRA)
2 - Kanoa Igarashi (JAP) x Yago Dora (BRA) x Soli Bailey (AUS)
3 - Julian Wilson (AUS) x Peterson Crisanto (BRA) x Caio Ibelli (BRA)
4 - Italo Ferreira (BRA) x Joan Duru (FRA) x Frederico Morais (POR)
5 - Gabriel Medina (BRA) x Deivid Silva (BRA) x Jacob Willcox (AUS)
6 - Filipe Toledo (BRA) x Sebastian Zietz (HAW) x Jack Robinson (AUS)
7 - Jordy Smith (AFR) x Adrian Buchan (AUS) x Ricardo Christie (NZL)
8 - Kolohe Andino (EUA) x Seth Moniz (HAW) x Jack Freestone (AUS)
9 - Conner Coffin (EUA) x Ryan Callinan (AUS) x Leonardo Fioravanti (ITA)
10 - Wade Carmichael (AUS) x Michael Rodrigues (BRA) x Ezekiel Lau (HAW)
11 - Jeremy Flores (FRA) x Willian Cardoso (BRA) x Jesse Mendes (BRA)
12 - Owen Wright (AUS) x Michel Bourez (FRA) x Griffin Colapinto (EUA)

Round 1 Feminino

1 - Caroline Marks (EUA) x Johanne Defay (FRA) x Paige Hareb (NZL)
2 - Carissa Moore (HAW) x Nikki Van Dijk (AUS) x Keely Andrew (AUS)
3 - Stephanie Gilmore (AUS) x Coco Ho (HAW) x Mia McCarthy (AUS)
4 - Courtney Conlogue (EUA) x Brisa Hennessy (CRI) x Macy Callaghan (AUS)
5 - Sally Fitzggibons (AUS) x Tatiana Weston-Webb (BRA) x Silvana Lima (BRA)
6 - Malia Manuel (HAW) x Lakey Peterson (EUA) x Bronte Macaulay (AUS)

Veja também

Conmebol define datas de rodada tripla das Eliminatórias em outubro
Eliminatórias

Conmebol define datas de rodada tripla das Eliminatórias em outubro

Sem lesão, Sabino viaja e reforça Sport contra o Galo
Sport

Sem lesão, Sabino viaja e reforça Sport contra o Galo