Surfe: etapa de Teahupoo começa nesta quarta (21)

Primeira chamada para avaliação das condições do mar acontece às 14h (de Brasília) Doze brasileiros participam

Gabriel Medina voa na etapa de abertura do CT de surfe 2019Gabriel Medina voa na etapa de abertura do CT de surfe 2019 - Foto: Matt Dunbar/WSL

Após uma final 100% brasileira na África do Sul, com vitória do paulista Gabriel Medina em cima do potiguar Italo Ferreira, o Circuito Mundial de Surfe, realizado pela Liga Mundial da modalidade (WSL), retorna nesta quarta-feira (21), com a abertura da janela de competições da sétima etapa da temporada 2019, em Teahupoo, no Taiti.

Trata-se de uma das ondas mais temidas do mundo, por conta da arrebentação de enorme pressão em uma área rasa e com fundo de corais. Muitos surfistas já sentiram na pele os riscos dessa condição, mas não deixam de frequentar o local por se tratar de uma das melhores esquerdas que se têm registro, com tubos perfeitos.

Nos últimos dias, Teahupoo apresentou condições clássicas. Para alguns, o melhor cenário dos últimos quatro anos. Tudo graças a um swell potente que atingiu a região e deu um brilho a mais à triagem do evento da WSL. De acordo com a previsão, a ondulação deve diminuir nesta quarta e quinta, com expectativa de melhora a partir da sexta-feira, o que pode fazer o Thaiti Pro Teahupo’o não começar necessariamente neste primeiro dia de competições – a janela segue até o dia 1º de setembro.

Campeão em Jeffrey’s Bay, Gabriel Medina terá a missão de defender o posto de atual campeão desta etapa. E ele entra realmente como um dos favoritos pelo excelente retrospecto de resultados em Teahupoo. De 2014 para cá, soma dois títulos, dois vice-campeonatos e um terceiro lugar. Em sétimo no ranking de 2019, Medina aposta as fichas para que essa etapa seja novamente um trampolim. No ano passado, ele deslanchou após a conquista no Taiti e coroou a campanha com o bicampeonato mundial. Medina abrirá o Thaiti Pro Teahupo’o 2019, fazendo a primeira bateria do Round 1 com o compatriota Peterson Crisanto, do Paraná, e o australiano Soli Bailey.

No momento, o brasileiro mais bem colocado na classificação é o também paulista Filipe Toledo, que vem batendo na trave sucessivamente na tentativa de alcançar seu primeiro título mundial. Filipinho, que nunca teve um bom desempenho nesta etapa, viu a história mudar no ano passado, quando foi terceiro colocado. A estratégia utilizada foi chegar mais cedo ao local do evento para se adaptar às condições da onda e ganhar mais segurança para encarar as esquerdas de Teahupoo. Como em time que está ganhando não se mexe, ele repetiu o processo dessa vez e espera ter novamente um resultado positivo para, quem sabe, saltar da segunda para a primeira posição no ranking, hoje ocupada pelo norte-americano Kolohe Andino.

No total, são 12 brasileiros na etapa, sendo os 11 fixos do Championship Tour (CT) e o paulista Caio Ibelli, que substitui o havaiano John John Florence, lesionado desde a etapa do Rio de Janeiro.

Fique ligado
A primeira chamada para avaliação das condições do mar em Teahupoo está prevista para as 14h (horário de Brasília). Quando iniciado, o evento terá transmissão ao vivo pelo site oficial da WSL e também pelo canal à cabo ESPN. 

Baterias do Round 1
1: Gabriel Medina (BRA) x Peterson Crisanto (BRA) x Soli Bailey (AUS)
2: Jordy Smith (AFS) x Adrian Buchan (AUS) x Jadson Andre (BRA)
3: Kanoa Igarashi (JAP) x Caio Ibelli (BRA) x Adriano de Souza (BRA)
4: Italo Ferreira (BRA) x Sebastian Zietz (HAV) x Kauli Vaast (FRA)
5: Filipe Toledo (BRA) x Joan Duru (FRA) x Tyler Newton (HAV)
6: Kolohe Andino (EUA) x Yago Dora (BRA) x Matahu Drollet (PFR)
7: Kelly Slater (EUA) x Deivid Silva (BRA) x Frederico Morais (POR)
8: Ryan Callinan (AUS) x Willian Cardoso (BRA) x Ricardo Christie (AUS)
9: Julian Wilson (AUS) x Michael Rodrigues (BRA) x Ezequiel Lau (HAV)
10: Michael Bourez (FRA) x Jeremy Flores (FRA) x Griffin Colapinto (EUA)
11: Owen Wright (AUS) x Wade Carmichael (AUS) x Jesse Mendes (BRA)
12: Conner Coffin (EUA) x Seth Moniz (HAV) x Jack Freestone (AUS)

Veja também

Thiem, campeão do US Open, avança à segunda fase de Roland Garros
Tênis

Thiem, campeão do US Open, avança à segunda fase de Roland Garros

Médico do Sport atualiza cenário do DM e sinaliza retorno de volante Ronaldo
Sport

Médico do Sport atualiza cenário do DM e sinaliza retorno de volante Ronaldo