Swell deixa surfistas em êxtase na região Nordeste

Fenômeno causa ondas gigantes no litoral nordestino, atraindo o interesse dos esportistas durante a semana

Surfistas migram em massa para o Nordeste em busca de ondas gigantesSurfistas migram em massa para o Nordeste em busca de ondas gigantes - Foto: Filipe Cadena/Cortesia

Todo surfista que se preze está sempre ligado nas ferramentas de previsões de tempo e ondulação, em uma busca incessante pela onda perfeita. E, nos últimos dias, o destino mais procurado por dez entre dez amantes do esporte tem sido o litoral nordestino, principalmente na faixa mais próxima à região Norte. O motivo é a junção de dois fenômenos, a ressaca, uma elevação do nível do mar, e o swell, geralmente causado por tempestades oceânicas e no qual os ventos trazem ondas geradas a muitos quilômetros da costa de forma sequenciada. O casamento perfeito para uma verdadeira explosão de ondas tubulares, dignas de picos famosos mundialmente.

Leia também:
Mar de Fernando de Noronha é agitado por ondas gigantes

Dois swells estavam sendo aguardados para este período. Um de impacto grande, registrado na semana passada, e um maior ainda, que teve o seu ápice nesta sexta-feira, justamente no mesmo dia de uma maré de 3,2 metros, a maior que dá no ano. Isso fez com que várias praias da região impactada pelos fenômenos registrassem ondas acima de 10 pés (três metros).

Entre as mais comentadas está a Cacimba do Padre, em Fernando de Noronha, com o line up na terceira laje, algo que só acontece em condições de mar clássico na Ilha. “Os corajosos entraram pela Baía dos Porcos (praia ao lado da Cacimba) para poder passar por trás do morro Dois Irmãos e tentar chegar até o pico das ondas. Várias ondas varreram a praia devido à ressaca”, contou o fotógrafo e surfista Filipe Cadena.

O estado mais impactado pelos fenômenos, porém, foi o Rio Grande do Norte. A Urca do Minhoto, localizada na região de Macau, no litoral norte, por exemplo, caiu nas graças ao ser descortinada como um verdadeiro paraíso do surfe. Nomes de fama internacional nas ondas gigantes, como Pedro Calado e Felipe "Gordo" Cesarano, fizeram parte de uma expedição com cerca de 30 profissionais e alguns amadores que aproveitaram as excelentes condições para gravar imagens para um programa do Canal Off.

O pico foi comparado a locais mundialmente famosos, chegando a ser definido como uma mistura de Havaí e Indonésia, dada a qualidade da formação das ondas e o mar límpido. A laje vinha sendo mapeada há meses por ser de difícil acesso, a 29km da costa, e precisar de condições perfeitas de vento e ondulação para oferecer a qualidade ideal para o surfe. No local, nesta sexta, foram registradas ondas de 15 pés a 20 pés (acima de seis metros).

De mais fácil acesso, as praias de Tibau do Sul, no litoral sul do Rio Grande do Norte, ficaram lotadas nesta sexta. “Foi e está sendo épico. Teve muita gente aproveitando as ondas que chegaram perto de oito pés, estavam tubulares. Teve também muita prancha quebrada. Fazia, pelo menos, cinco anos que não via uma ondulação desse tipo na Pipa”, destacou o músico Rafael Mascaro, que é natural de Jaboatão dos Guararapes, mas mora na região há uma década. “Parecia que eu estava na Austrália”, reforçou o amigo, também músico, Felipe Perez, que mora em Porto de Galinhas, mas viajou para aproveitar o momento histórico. Os locais mais festejados pelos surfistas na região foram a lajinha da praia da Pipa e a praia do Madeiro. “Tem muita gente que se organizou para vir aproveitar o final de semana. Digo que vai estar lindo, clássico, vai oferecer boas sessões de surfe, mas não será igual a hoje (sexta)”, completou Rafael.

As praias de Titanzinho e Icaraí, no Ceará, também registraram condições especiais, assim como trechos dos litorais do Maranhão, do Piauí e da Paraíba. Para todas essas praias, a previsão é de diminuição da ondulação durante o final de semana, pela queda na intensidade do swell e pelo cessar do mar ressaca.

Veja também

Afogados empata em casa com o Guarany/CE
Série D

Afogados empata em casa com o Guarany/CE

Milan estreia na fase de gupos da Liga Europa com vitória sobre Celtic
FUTEBOL

Milan estreia na fase de gupos da Liga Europa com vitória sobre Celtic