TAS mantém suspensão de Blatter por 6 anos no futebol

Ex-presidente da Fifa foi suspenso em 2015 depois de um controvertido pagamento de 1,8 milhão de euros a Michel Platini

Paulo Câmara vai abrir debate sobre Previdência se estados e municípios ficarem fora do texto da reformaPaulo Câmara vai abrir debate sobre Previdência se estados e municípios ficarem fora do texto da reforma - Foto: Rafael Furtado/Folha de Pernambuco

O Tribunal Arbitral do Esporte (TAS) manteve nesta segunda-feira a suspensão de seis anos de toda atividade ligada ao futebol para o ex-presidente da Fifa, Joseph Blatter, indicou à AFP o porta-voz do dirigente, que recorreu desta sanção.

Obrigado a se demitir quando um escândalo de corrupção sem precedentes abalou sua entidade, Blatter foi suspenso em dezembro de 2015 pela justiça interna da Fifa depois de um controvertido pagamento de 1,8 milhão de euros a Michel Platini, ex-presidente da Uefa, também suspenso.

Os dois dirigentes havia sido suspensos por oito anos pela Fifa, uma pena reduzida a seis após um recurso apresentado à própria entidade.

A suspensão de Platini foi reduzida a 4 anos pelo TAS, a mais alta instância jurídica esportiva, em maio, diferentemente de Blatter, que teve a punição mantida.

Blatter havia sido punido pela justiça interna da Fifa por "abuso de poder, gestão desleal e conflito de interesse" pelo polêmico pagamento de 211 "sem base legal no contrato assinado pelas duas partas em 25 de agosto de 1999".

Seguindo os passos de Platini, Blatter teria agora a opção de recorrer ao tribunal federal da Suíça, com sede em Lausana, na Suíça, mas optou por não acionar a instância.

"Não irei recorrer no tribunal federal suíço, não quero brigar contra o vento. Tenho outras prioridades, minha saúde -que está melhor- minha família, o amor, e outro projetos", declarou o suíço de 80 anos.

Em nota enviada à AFP, Blatter afirmou que não esperava outra decisão do TAS. "Recebi o veredito publicado pelo TAS. Dado o desenvolvimento do processo, não se podia esperar outro processo. Antes de tudo, aprendi que, no esporte, você pode ganhar, mas também perder".

Uma decisão final do TAS sobre Michel Platini é esperada em "fevereiro ou março", de acordo com fontes judiciais.

Veja também

Cristiano Ronaldo volta a dar positivo para o coronavírus
Coronavírus

Cristiano Ronaldo volta a dar positivo para o coronavírus

Política, excusa e futebol: presidente do Santa confirma eleições do clube para dezembro
Santa Cruz

Política, excusa e futebol: presidente do Santa confirma eleições do clube para dezembro