Tatiana Weston-Webb assegura vaga na Olimpíada de 2020

Brasileira naturalizada havaiana conquistou a classificação ao se consolidar no top 8 do circuito mundial feminino

Tatiana Weston-Webb, surfista brasileiraTatiana Weston-Webb, surfista brasileira - Foto: Damien Poullenot / WSL via Getty Images

A gaúcha Tatiana Weston-Webb conquistou, neste domingo (20), a primeira classificação do Brasil para a estreia do surfe nas Olimpíadas de Toquio-2020, no Japão, pelos rankings da World Surf League. Ela confirmou seu nome com a passagem para as quartas de final do MEO Rip Curl Portugal. Na próxima fase, ela vai enfrentar a australiana Sally Fitzgibbons, uma das concorrentes ao título mundial de 2019.

“Estou realmente muito empolgada em poder representar o Brasil nas Olimpíadas e por ser eu a conseguir a primeira classificação do meu país”, disse Tatiana Weston-Webb, que foi criada nas ondas do Havaí. “É uma grande honra e nem sei o que dizer, mas tenho muito orgulho por representar o Brasil, que foi onde eu nasci e é onde está o meu coração, sem esquecer de onde eu cresci e que realmente me fez a surfista que sou hoje”, disse Tatiana.

Além dela, a francesa Johanne Defay também festejou sua classificação para as Olimpíadas, neste domingo. No momento, são as únicas 100% confirmadas, enquanto pelo ranking masculino a World Surf League já oficializou quatro garantidos: Jordy Smith, pela África do Sul, Kolohe Andino, pelos Estados Unidos, Kanoa Igarashi, pelo Japão, e Jeremy Flores, pela França. A batalha pelas duas vagas do Brasil está entre os três que estão na disputa direta do título mundial, Gabriel Medina, Filipe Toledo e Italo Ferreira.

“Participar das Olimpíadas sempre foi um sonho meu desde que eu era bem mais jovem, mas sabia que não seria possível como surfista, pois o esporte não era olímpico”, destaca Tatiana Weston-Webb. “Mas, agora, com o surfe fazendo parte das Olimpíadas, eu queria muito estar lá no Japão e hoje (domingo) consegui confirmar minha vaga entre as top-8 do CT. Lembro de assistir as Olimpíadas com minha mãe e ela dizia: ‘Sonhe grande meu amor, porque tudo é possível’. Então, agora, esse sonho está se tornando realidade”.

Apesar de não estar vivendo sua melhor temporada como integrante do seleto grupo das dezessete surfistas que disputam o título mundial no World Surf League Championship Tour, Tatiana ganhou uma posição no ranking com a classificação para as quartas de final do MEO Rip Curl Pro Portugal. A gaúcha subiu para o sétimo lugar.

Veja também

Na Arena, Sport perde para o Flu e amarga quinta derrota seguida
Brasileiro sub-20

Na Arena, Sport perde para o Flu e amarga quinta derrota seguida

São Bento tem surto de Covid e terá de escalar goleiro na linha pela Série C
Futebol

São Bento tem surto de Covid e terá de escalar goleiro na linha pela Série C