Vôlei

Taubaté bate Minas e conquista o bi na Superliga masculina de vôlei

Confronto aconteceu nesta sexta-feira (16), no centro de desenvolvimento da CBV, em Saquarema

Taubaté foi bicampeão da SuperligaTaubaté foi bicampeão da Superliga - Foto: Wander Roberto/Inovafoto/CBV

O EMS Taubaté Funvic sagrou-se bicampeão da Superliga de vôlei ao vencer o Minas Tênis Clube por 3 sets a 0 (25/20, 25/22 e 25/17), nesta sexta-feira (16), no centro de desenvolvimento da Confederação Brasileira de Voleibol (CBV), em Saquarema (RJ).

O levantador Bruninho foi eleito o melhor jogador do confronto decisivo. Já o ponteiro Maurício Borges recebeu o prêmio de MVP da temporada.

No primeiro duelo da série melhor de três partidas, o Taubaté havia vencido o Minas com mais dificuldade, por 3 sets a 2 (25/18, 22/25, 23/25, 25/16 e 15/11), na quarta-feira (15). O ponteiro Douglas Souza foi eleito o melhor em quadra na ocasião, e o oposto Felipe Roque fez a diferença no ataque, com 23 pontos.O Minas precisava ganhar nesta sexta para provocar a terceira partida.

Os taubateanos entraram em quadra como últimos campões, pois tinham conquistado a Superliga 2018/2019. A temporada 2019/2020 foi encerrada sem a definição de finalistas por causa da pandemia de Covid-19.

Fundada em 2013, a equipe do Vale do Paraíba se consolidou na modalidade e é uma das poucas que conseguiram superar o domínio do Sada Cruzeiro nos anos recentes. Na campanha vitoriosa de 2018/2019, os paulistas interromperam uma sequência de cinco conquistas seguidas dos mineiros.

Comandado pelo técnico argentino Javier Weber, o elenco do Taubaté é base da seleção brasileira, uma das candidatas a brigar pela medalha de ouro nos Jogos de Tóquio, entre julho e agosto. Antes disputa a Liga das Nações, entre maio e junho.

Weber, campeão da Superliga como técnico (2004 pela Unisul-SC) e duas vezes como jogador (em 1998 e 1999 pelo Ulbra-RS), assumiu o time há um ano, no lugar de Renan Dal Zotto, treinador da seleção verde-amarela.

Atualmente, cinco campeões olímpicos vestem a camisa de Taubaté: Bruninho, Douglas Souza, Lucão, Maurício Borges e Maurício Souza.

"As pessoas podem pensar que nós temos os medalhões, mas nosso negócio é trabalho", disse o levantador Bruninho, reforço que chegou para esta temporada após deixar o voleibol italiano. Ele dedicou a conquista ao seu padrinho, Jean Luc Rosat, conhecido como Suíço, que também defendeu a seleção em Olimpíadas (1976 e 1980) e morreu há duas semanas, vítima da Covid-19.

Na fase classificatória, o Taubaté fez a segunda melhor campanha, atrás do líder Sada Cruzeiro. A formação de Minas Gerais, porém, foi surpreendida pelo Vôlei Um/Itapetininga nas quartas de final.

Na semifinal, o Taubaté passou pelo Vôlei Campinas/Renata numa espécie de revanche. Em outubro do ano passado, a equipe campineira levou a melhor na decisão do título do Campeonato Paulista. Já o Minas, do técnico Nery Tambeiro, superou o Vôlei Um para avançar à final depois de 12 anos.

As equipes se concentraram em Saquarema desde as vésperas da semifinal, que começou no dia 7 de abril, por conta da pandemia de Covid-19. A reta final da competição feminina transcorreu da mesma forma e terminou no dia 5, com o Itambé/Minas levantando a taça da Superliga diante do Dentil/Praia.

Com a conclusão dos dois naipes do torneio nacional, os times deixam o centro em Saquarema sem a confederação ter anunciado caso de infecção entre atletas e comissões técnicas.

No entanto, o vice-presidente da entidade, Radamés Lattari, e o técnico da seleção masculina, Renan Dal Zotto, contraíram o coronavírus no período em que frequentaram o local. O dirigente está internado em um hospital desde o dia 9 e foi intubado.

Renan também foi hospitalizado, nesta sexta. Segundo a CBV, ele teve uma baixa na saturação de oxigênio e encontra-se no quarto, com estado geral considerado controlado.

Alguns convocados para as seleções brasileiras já treinam em Saquarema, e os grupos ficarão completos nas próximas semanas.

Com o afastamento de Renan, os auxiliares Carlos Schwanke e Ricardo Tabach conduzem os treinos da seleção com nove atletas. Mais quatro convocados vão se apresentar na segunda (19).

Veja também

“Jogamos abaixo do nosso potencial”, lamenta Louzer
Futebol

“Jogamos abaixo do nosso potencial”, lamenta Louzer

Hélio evita críticas sobre erros de finalização e reforça confiança em título
Futebol

Hélio evita críticas sobre erros de finalização e reforça confiança em título