Técnico de Isaquias retira tumor na base do cérebro

O comunicado explica ainda que Morlán sentiu dores e tonturas na semana passada e, após exames de ressonância magnética e tomografia, foi constatado o tumor

Marília ArraesMarília Arraes - Foto: Felipe Ribeiro/Folha de Pernambuco

Técnico do canoísta Isaquias Queiroz, que conquistou três medalhas nos Jogos do Rio, em agosto, o espanhol Jesus Morlán foi submetido a uma cirurgia, ontem, no Rio de Janeiro, para extrair um tumor na base do cérebro. De acordo com nota divulgada pelo Comitê Olímpico do Brasil, o estado dele é estável.

O comunicado explica ainda que Morlán sentiu dores e tonturas na semana passada e, após exames de ressonância magnética e tomografia, foi constatado o tumor. Desde que ele chegou ao País, em 2013, a canoagem velocidade nacional, sobretudo Isaquias Queiroz, começou a despontar como força emergente no cenário mundial. Isaquias, sozinho, conquistou seis medalhas em campeonatos mundiais, em 2013, 2014 e 2015.

Com isso, foi para a Olimpíada do Rio com status de favorito a estar no pódio de três provas. O prognóstico foi confirmado com as pratas nas provas C1 1.000 m, C2 1.000 m (com Erlon Souza) e o bronze no C1 200 m. Ao longo da campanha, ele se referiu a Morlán inúmeras vezes como “pai”.

Veja também

Sem Kleina no banco, Náutico recebe Cruzeiro pela Série B 2020
Futebol

Sem Kleina no banco, Náutico recebe Cruzeiro pela Série B 2020

Jair Ventura ressalta importância do tempo que teve para treinar o time
Futebol

Jair Ventura ressalta importância do tempo que teve para treinar o time