Temperaturas agradáveis em Rostov-on-Don e Kazan

Cidade que receberá a estreia da Canarinho, Rostov estará registrando entre 16 e 29º graus na época da Copa

Arena Kazan Arena Kazan  - Foto: Kazanner Wikimedia Commons

Nesta segunda edição do especial sobre a Copa do Mundo, vamos mostrar mais duas cidades-sedes da competição que acontecerá na Rússia. Depois de trazermos detalhes sobre Moscou e São Petersburgo, será a vez de destrincharmos Rostov-on-Don e Kazan. A primeira receberá a Seleção Brasileira na estreia dos comandados do técnico Tite, no Mundial. A outra é uma cidade milenar, que já foi palco da Copa das Confederações no ano passado, e que na fase de grupos verá Iniesta, Müller e Mbappé entrar em campo em sua arena.

Rostov-on-Don


Assim como todas as outras sedes, Rostov-on-Don está situada na parte europeia da Rússia. Localizada na parte sul do país, às margens do rio Don, a cidade tem um dos seus principais pontos turísticos: rua Alexandre Pushkin. No local há uma estátua em homenagem ao escritor e atrai milhares de curiosos ao longo do ano. Fundada em 1749, Rostov-on-Don tem cerca de 1,2 milhão de habitantes, e é um importante centro comercial, industrial e de transportes russo. Durante o maior torneio de futebol do mundo, os torcedores devem encarar temperaturas entre 16 e 29 graus.

Construído na parte turística da cidade, nas proximidades do rio Don, a Rostov Arena foi inaugurada no último dia 15, no duelo entre os donos da casa (Rostov) e o SKA Khabarovsk. Sem estar 100% pronta para o Mundial, a nova casa recebeu um público de 10 mil torcedores na vitória dos mandantes por 2x0. Com capacidade para 45 mil espectadores, o estádio irá receber, nada menos, que o jogo de abertura do Brasil na Copa do Mundo. No dia 17 de junho, a Seleção encara a Suíça no local, às 15h. Outras três partidas da fase de grupos e uma das oitavas de final acontecerá na arena.

Arena Rostov receberá a Seleção Brasileira

Arena Rostov receberá a Seleção Brasileira - Crédito: Mladon Antonov/AFP



Kazan


Com uma economia voltada para o petróleo e produção de gás natural, Kazan é a capital e a maior cidade do Tartaristão. Região com o maior número de muçulmanos no país da Copa. Fundada em 1005, a cidade tem no seu Kremlin um dos mais belos pontos turísticos da Rússia. Figurando na lista de patrimônio mundial o complexo abriga prédios importantes para a cidade, como a Catedral da Anunciação e a Mesquita Kul Sharif. No período da competição, a cidade de 1,5 milhão de habitantes, e que mescla influências ocidentais e orientais deve receber seus turistas com uma temperatura entre 13 e 25 graus.

Casa do Rubin Kazan, time bicampeão russo, a Arena Kazan foi inaugurada em 2013. Com suporte para pouco mais de 45 mil torcedores, o estádio foi palco de quatro jogos da Copa das Confederações do ano passado. Entre eles a semifinal entre Chile e Portugal. Na Copa do Mundo que se inicia em junho, o local será palco de seis duelos, recebendo seleções como França, Alemanha e Espanha. Localizado na parte leste da cidade, às margens do rio Kazanka, a arena possui arquibancadas na cor vermelha e, quando o time da casa joga à noite, iluminação branca do lado de fora.

Arena Kazan recebeu seis jogos na Copa das Confederações, em 2017

Arena Kazan recebeu seis jogos na Copa das Confederações, em 2017 - Crédito: Kazanner Wikimedia Commons

Leia também: Socceroos veem ídolo se despedir na Rússia
Peru: Fim de uma longa espera
Dinamarca, a candidata à uma vaga nas oitavas
A última chance de La Pulga
Croácia e um meio campo de rmuito espeito
A promessa africana renovada para a Copa do Mundo
Islândia, a surpreendente seleção dos vikings
Jovens e talentosos, eis Les Blues

Veja também

Sport tem acordo encaminhado com Corinthians para a contratação de Everaldo
Futebol

Sport tem acordo encaminhado com Corinthians para a contratação de Everaldo

Presidente do Barcelona defende Superliga, mas pede diálogo
Futebol Internacional

Presidente do Barcelona defende Superliga, mas pede diálogo