Santa Cruz

Testes dão negativo e Santa não perde ninguém por Covid-19 para encarar Ferroviário

Apesar de não ter ninguém diagnosticado com o vírus, Martelotte deve poupar jogadores

Testes de Covid-19 no Santa Cruz dão negativoTestes de Covid-19 no Santa Cruz dão negativo - Foto: Rafael Melo/SCFC

O Santa Cruz recebeu uma boa notícia nesta quarta-feira (2). Os resultados dos testes de Covid-19 realizados pelo departamento de futebol deram negativo. Sendo assim, o técnico Marcelo Martelotte só não terá dois atletas à disposição para o confronto diante do Ferroviário/CE: o volante Bileu, suspensão pelo terceiro amarelo, e o atacante Victor Rangel, que se recupera de lesão muscular e está na transição.

Em outubro, o Tricolor não pôde contar com as atuações dos goleiros Maycon Cleiton e Luiz Fernando, ambos que cumpriram isolamento social em decorrência do coronavírus. No mesmo mês, o comandante Martelotte junto ao auxiliar técnico Júnior Boca e aos atacantes Caio Mancha e Negueba, também se ausentou do time por um período equivalente a dez dias.

Já em novembro, o Santa teve 13 funcionários afetados pela Covid-19. Foram dois integrantes do departamento médico, um preparador físico e o executivo de futebol do clube, Nei Pandolfo. Além da grande lista de atletas, sendo nove, ao todo: Danny Morais, William Alves e Denílson, Toty, Paulinho, Pipico, Chiquinho, Didira e Victor Rangel. Este último, inclusive, segue fora. Após desconforto muscular, Rangel iniciou transição física, mas só deve retornar na próxima fase. 

Entretanto, apesar de não ter ninguém diagnosticado com o novo coronavírus, a tendência é que Martelotte poupe os seis atletas que estão pendurados com o segundo amarelo. Em caso de nova punição, eles perderiam a estreia na segunda fase.

Veja também

"Agora é com a direção", diz Hélio sobre permanência no Náutico
Futebol

"Agora é com a direção", diz Hélio sobre permanência no Náutico

Buccaneers bate o Packers e Brady carimba passaporte para seu décimo Super Bowl
NFL

Buccaneers bate o Packers e Brady carimba passaporte para seu décimo Super Bowl