Thiago Alcântara diz que Espanha não pode temer fracasso

Uma das favoritas à conquista da Copa, a Espanha encara a anfitriã Rússia, neste domingo (1), pelas oitavas de final

Thiago Alcântara na coletiva de imprensa desta sexta (29)Thiago Alcântara na coletiva de imprensa desta sexta (29) - Foto: PIERRE-PHILIPPE MARCOU/AFP

Mesmo que o favoritismo seja da Espanha, a Rússia promete fazer jogo duro no duelo válido pelas oitavas de final da Copa do Mundo. Filho do brasileiro Mazinho, campeão mundial em 1994, o italiano naturalizado espanhol Thiago Alcântara disse que sua seleção está focada e não pode ficar com receio de falhar.

"Não podemos viver com o medo do fracasso. Queremos jogar, queremos dar velocidade à bola, queremos desarmar o rival. É complicado quando começamos atrás. Temos partidas em que devemos ter cuidado com os passes. Não temos que ter medo de falhar", declarou Thiago Alcântara em entrevista coletiva nesta sexta-feira (29).

A Rússia receberá a Espanha no próximo domingo (1), às 11h. Caso ganhe o jogo, que acontecerá no estádio Lujniki, em Moscou, os anfitriões poderão pegar o vencedor do duelo entre Croácia e Dinamarca.

Leia também:
Iniesta garante ter bom nível aos 34 anos
Hierro admite falhas da Espanha e pede autocrítica


"Não olhamos para os lados bons e ruins. Para nós, o importante e se postar bem na partida contra a Rússia. Vamos jogar contra milhares de russos, um estádio cheio. Isso mostra que jogaremos fora de casa. O que importa, de qualquer forma, é dentro de campo", acrescentou Thiago.

Thiago também comentou sobre Diego Costa, que tem fama de ser mais "durão" nos gramados. "Apesar da imagem que ele possa ter em campo, que é intenso, que vai para a luta... Ele é um pedaço de pão (uma expressão idiomática usada na Espanha, que significa "uma boa pessoa"), muito engraçado e uma pessoa importante para o grupo."

Veja também

Conmebol defende Copa América e diz que torneio não foi feito 'às pressas'
Futebol

Conmebol defende Copa América e diz que torneio não foi feito 'às pressas'

Eriksen não teve Covid, nem foi vacinado, diz diretor da Inter de Milão
Futebol

Eriksen não teve Covid, nem foi vacinado, diz diretor da Inter de Milão