Thomás revela que 'união' tem sido segredo tricolor

Equipe acumulou sete partidas oficiais sem derrotas neste início de temporada

Dos sete jogos oficiais que o Santa Cruz teve pela frente, em 2017, nenhuma derrota foi acumulada. Ao todo foram quatro empates e três vitórias – com três clássicos sendo disputados no intervalo de tempo. De certa forma, devido ao que foi visto no final de 2016, além da grande reformulação que aconteceu no elenco para este ano, a atual fase chega a impressionar. Apesar da sensação de surpresa, o meia Thomás justificou o momento utilizando como exemplo a união do grupo.

“De certa forma, surpreende um pouco (a invencibilidade) porque a gente se juntou há pouco tempo. Praticamente todos os jogadores que chegaram aqui para iniciar os trabalhos são novos e vieram de vários outros clubes. Mas tem um coisa que venho frisando faz muito tempo: a gente se deu muito bem. Aqui dentro tem uma amizade muito grande fora do campo. E isso se reflete no jogo. Além do trabalho que a gente vem fazendo, trabalhando muito sério”, afirmou o jogador.

Por incrível que pareça, inclusive, o fato de o Santa Cruz estar invicto até o momento não tem sido tema de conversa entre os jogadores corais. E Thomás explica o porquê: “A gente não fala em invencibilidade. Pensamos no jogo a jogo. Temos no sábado um jogo importante pela Copa do Nordeste, depois vem outro. Invencibilidade, uma hora, vai ser quebrada, mas a gente tenta postergar isso. Pensando sempre no próximo adversário. Degrau a degrau”.

Veja também

Roberto Fernandes reforça importância de vencer diante do Manaus: "Não tem como esperar outra coisa"
Santa Cruz

Roberto Fernandes reforça importância de vencer diante do Manaus: "Não tem como esperar outra coisa"

Staff de Hernanes admite sondagem do Sport
Futebol

Staff de Hernanes admite sondagem do Sport