TikTok fisga Trio de Ferro da capital pernambucana

Sport, Náutico e Santa visualizam novas oportunidades de reforçar vínculo com torcedor e gerar receita com plataforma

Trio de Ferro está presente na plataforma TikTokTrio de Ferro está presente na plataforma TikTok - Foto: Folha de Pernambuco

Durante o confinamento, as redes sociais são ferramentas essenciais para os clubes de futebol reforçarem o vínculo com seus torcedores. A explosão vertiginosa do TikTok - plataforma de vídeos curtos -, em meio à pandemia, serviu de bandeja uma oportunidade para as equipes brasileiras também criarem um canal de comunicação focado no público mais jovem, que é seduzido pelas investidas calculistas dos europeus. Cientes da importância de intensificar esse diálogo, os setores de marketing do Trio de Ferro pernambucano já aderiram ou preparam a investida no fenômeno.

Com mais de dois bilhões de downloads, o TikTok tem como principal público consumidor a média de idade entre 16 a 24 anos. Nele, o usuário produz vídeos envolvendo desafios, dublagens, danças, remixes de músicas e outros conteúdos que podem ser editados livremente antes de compartilhar. La Liga (campeonato espanhol) enxergou o potencial da plataforma para o futebol em agosto do ano passado, quando fez uma série de ações relacionadas à temporada em andamento por lá. Atualmente, o perfil da liga elabora material para um milhão de seguidores.

Em Pernambuco, o Sport vislumbrou as possibilidades do aplicativo logo no início do ano, mas decidiu estudar as particularidades do público geral antes de entrar oficialmente. Com vídeos veiculados desde março, o perfil do Leão soma mais de 60 mil seguidores e quase 1 milhão de visualizações em 18 publicações. Lindainês Santos, social media e responsável por abastecer a conta rubro-negra, explica o sucesso imediato. “Os vídeos curtos e o design simples para acompanhar as publicações ajudam muito a prender a atenção de uma geração que está cada vez consumindo conteúdos mais rápidos. Isso faz com que chegamos a números de visualizações enormes”, falou.

Leia também:
Sport ultrapassa R$ 7 mil em venda de ingressos virtuais para partida contra o Náutico
Náutico lança campanha “Projeto Série A"
Santa Cruz abre bilheteria virtual para reprise de jogo contra o Betim


Quem acessa a página do Sport se depara com estilos diversificados de vídeos, em sua maioria descontraídos. A formulação das ideias surge do acompanhamento de variados memes e músicas que viralizam. “Claro que temos nossas limitações de conteúdo devido ao isolamento, mas tentamos driblar isso com um pouco de humor, nostalgia e prestando atenção em quais músicas e hashtags são as mais usadas no momento. Aos poucos vamos entendendo o que as pessoas gostam de ver no nosso perfil. Temos de tudo: dublagem, vídeos de gols, narrações, torcedores e desafios”, relatou Lindainês.

Na última segunda-feira, José Calagrossi, diretor-executivo do Ibope Repucom, anunciou a incorporação do TikTok no ranking digital dos clubes brasileiros, em que a quantidade de seguidores dos perfis oficiais no Facebook, Twitter, Instagram e Youtube é mensurada mensalmente. De forma quase instantânea ao anúncio, o Santa Cruz se tornou mais uma instituição de futebol associada à plataforma. “O Santa tem público que está nessas redes sociais, principalmente o mais jovem, e a gente também decidiu condicionar o clube pra esse público dentro dessa rede”, disse Guilherme Leite, vice-presidente de marketing da Cobra Coral.

A ferramenta oferece vias para angariar fundos, o que pode gerar mais uma fonte de receita aos cofres tricolores em tempos escassos. Cauteloso, o dirigente não pretende alargar os passos neste momento. “A gente sabe que o TikTok tem uma remuneração, mas não estamos objetivando a receita agora. Logicamente, se gerar recursos, vai ser bem-vindo ao clube”. Até a publicação desta reportagem, o Tricolor do Arruda contabilizava quase 200 seguidores e mais de 3 mil visualizações em sete postagens.

O Náutico é o único integrante do Trio de Ferro que ainda não ingressou na rede social, mas é algo encaminhado. A equipe de marketing do clube está analisando os mecanismos dispostos para oferecer qualidade no conteúdo. “Na realidade, a gente não queria entrar na ferramenta sem ter o mínimo de expertise nela. Entrar de forma madura é melhor do que fazer (planejamento) da sua conta pessoal. A gente vai fazer todo o desenho de publicações, de qual vai ser a forma que vamos dialogar nessa rede social, pra poder entrar nela de fato”, afirmou Luiz Felipe Figueiredo, vice-presidente de marketing do Timbu.

Veja também

Regularizado, Rafinha busca aprimorar lado físico para estrear pelo clube
Futebol

Regularizado, Rafinha busca aprimorar lado físico para estrear pelo clube

Organização de Tóquio-2020 se inclina para Jogos sem espectadores estrangeiros
Olimpíadas

Organização de Tóquio-2020 se inclina para Jogos sem espectadores estrangeiros