A-A+

Timbu corre contra o tempo atrás de reforços e estádio

Náutico vive dias de decisão para o fim da temporada: contratações e nova casa são prioridades

Técnico acredita que time sentiu pressão pela vitóriaTécnico acredita que time sentiu pressão pela vitória - Foto: Paullo Allmeida/Folha PE

Os próximos dias serão decisivos para o final de temporada do Náutico. O Timbu, atual vice-lanterna da Série B, vive fase de recuperação, mais ainda corre sério risco de rebaixamento. Para seguir na briga contra a degola, os alvirrubros vão reforçar a equipe. Entretanto, o momento exige pressa, pois o prazo para contratações na Série B se encerra no próximo dia 18. Além disso, outro problema a ser reparado em breve pelo clube é o seu mando de campo. Isso porque, em outubro, a Arena de Pernambuco será cedida a eventos religiosos. Dessa forma, a cúpula vermelha e branca busca um estádio para o time jogar três partidas que aconteceriam em São Lourenço da Mata.

Por conta da grave crise financeira que enfrenta, o Náutico não se ilude e precisa levar o lema "bom e barato" ao pé da letra. Ou seja, nada de contratações de peso ou reforços badalados. O foco do Timbu está em atletas da Série C. Por uma feliz coincidência, a primeira fase da Terceirona se encerrou no último final de semana. Portanto, a ideia é ir atrás de atletas que jogavam em clubes que foram eliminados e estão "livres". "O que nos resta no mercado são os destaques da Série C, principalmente de time que não se classificou. O mata-mata acontece no término da inscrição da Série B e não podemos esperar", ressaltou o técnico Roberto Fernandes, anteriormente.

Os problemas dos alvirrubros não se limitam apenas a questões técnicas. A logística do clube será prejudicada entre o final deste mês e o início do próximo devido à cessão da Arena de Pernambuco a acontecimentos religiosos. A primeira opção encontrada pela direção foi transferir os jogos contra Boa Esporte (30 de setembro), Guarani (14 de outubro) e ABC/RN (21 de outubro) para o Arruda. No entanto, o Santa Cruz não liberou o seu estádio para evitar um desgaste maior do gramado. Assim, o Timbu está entre duas opções: Ilha do Retiro ou se deslocar rumo a Caruaru, para mandar jogos no estádio Luiz Lacerda. Atuar em outro estado está descartado pelo Náutico.

Veja também

Regularizado, Jailson pode estrear pelo Náutico
Futebol

Regularizado, Jailson pode estrear pelo Náutico

Náutico x CRB poderá ter 2,5 mil pessoas nos Aflitos
Futebol

Náutico x CRB poderá ter 2,5 mil pessoas nos Aflitos