Timbu retoma Estadual e foca em fazer as pazes com torcida

Náutico enfrenta o Afogados e mira boa apresentação fora de casa para restabelecer paz com alvirrubros

Retorno de Sueliton à zaga é uma das novidades do TimbuRetorno de Sueliton à zaga é uma das novidades do Timbu - Foto: Léo Lemos/Divulgação/Náutico

Em 36 dias, o Náutico entrou em campo 11 vezes. Maratona de jogos envolvendo Copa do Nordeste, Campeonato Pernambucano e Copa do Brasil. O curto intervalo de tempo entre os compromissos era assunto recorrente no clube. Um “incômodo” que fará falta daqui por diante. Afinal, o custo de ter mais sessões de treino para trabalhar o time e aprimorar a parte física foi alto: eliminação no mata-mata nacional para o Santa Cruz, em decisão por pênaltis. Agora, o Timbu foca nas competições que restaram para fazer as pazes com a torcida, que anda cobrando melhor desempenho em 2019. O desafio deste domingo é diante do Afogados, no Vianão, pelo Estadual, às 17h.

Leia também:
Lesão no joelho tira Jorge Henrique dos gramados por até três semanas

Petrolina, Vitória e Flamengo/PE. Nas três vitórias conquistadas no Pernambucano, o Náutico jogou em casa e tinha amplo favoritismo. Quando precisou deixar os Aflitos, a história foi outra. Derrota por 2x1 para o Central, no Lacerdão, e 3x1 ante o Sport, na Ilha do Retiro.

No intuito de deixar o estigma de “time caseiro” no Estadual, o Timbu terá que superar a ausência de dois dos seus principais jogadores. Os atacantes Jorge Henrique e Wallace Pernambuco deixaram o jogo passado contra o Santa Cruz, no Arruda, pela Copa do Brasil, com dores no joelho e estão vetados. Fábio Matos e Tharcysio, respectivamente, devem ser os substitutos. Outra novidade é o retorno de Sueliton na zaga. O jogador ficou fora da partida passada após expulsão na estreia do torneio nacional. Com a volta, Rafael Ribeiro deve ficar no banco de reservas.

“O grupo está bem focado e sabe da importância da vitória. Será um confronto direto e vamos jogar na casa deles. Precisamos fazer o melhor dentro de campo para conseguir a classificação (à próxima fase)”, declarou o treinador. O Náutico é o quarto colocado do Pernambucano, com nove pontos, um a mais que o Afogados, na quinta posição.

Afogados
Sem vencer há três jogos, o Afogados encara o confronto como uma decisão. E isso vai além da quebra de jejum e mais três pontos na tabela. Um triunfo diante do Náutico pode deixar a equipe próxima da classificação ao mata-mata do Estadual e, de quebra, assegurar uma inédita vaga na Série D do Campeonato Brasileiro deste ano. No único confronto até o momento que fez contra um integrante do Trio de Ferro, a Coruja foi goleada por 4x1, no Arena de Pernambuco, pelo Santa Cruz.

Veja também

Após nova intervenção decisiva do VAR, Sport perde no Rio para o Fluminense por 1 a 0
Sport

Após nova intervenção decisiva do VAR, Sport perde no Rio para o Fluminense por 1 a 0

Jogador do Avaí, Valdivia, entra em campo com Covid-19
Futebol

Jogador do Avaí, Valdivia, entra em campo com Covid-19