Basquete

Time da NBA terá cães farejadores de Covid-19 na volta de público a ginásio

O trabalho dos animais já foi colocado em prática em alguns jogos da atual temporada quando o Heat levou convidados para as partidas

Brooklyn Nets x Miami Heat pela temporada 2020/21 da NBABrooklyn Nets x Miami Heat pela temporada 2020/21 da NBA - Foto: Twitter/Miami Heat

O Miami Heat, da NBA (liga de basquete dos Estados Unidos), terá um número limitado de torcedores no ginásio da franquia a partir desta semana. Antes dos jogos, entretanto, os espectadores deverão passar por cães farejadores da Covid-19, que avaliarão o cheiro das pessoas.

O trabalho dos animais já foi colocado em prática em alguns jogos da atual temporada quando o Heat levou convidados para as partidas, principalmente amigos e familiares de jogadores e de membros da comissão técnica.

Segundo a agência AP, o torcedor que chegar para a partida em Miami será levado a uma área de triagem, e um cão farejador passará andando pelo torcedor. Se o cachorro continuar andando, o fã está liberado. Se o cachorro sentar, é um sinal de um possível caso positivo do coronavírus, e torcedor será impedido de entrar.

Se for alérgico ou tiver medo de cães, o torcedor realizará um teste rápido oferecido pelo Heat ao invés de passar pela triagem dos cães farejadores.

A franquia de Miami permitirá até 2 mil torcedores no ginásio, cerca de 10% da capacidade da American Airlines Arena. O primeiro jogo com a volta de público será na próxima quinta-feira, contra o Los Angeles Clippers.

Veja também

Acusado de agressão sexual, ex-técnico de ginástica olímpica dos EUA se suicida
EUA

Acusado de agressão sexual, ex-técnico de ginástica olímpica dos EUA se suicida

Mesmo sem jogar há mais de um ano, Alex Alves se vê pronto para estrear pelo Náutico
Futebol

Mesmo sem jogar há mais de um ano, Alex Alves se vê pronto para estrear pelo Náutico