Time entra em evolução na Era Márcio Goiano

Nos quatro jogos sob a batuta de Márcio Goiano, o Náutico venceu três e perdeu um. Aproveitamento de 75%. Nenhuma outra equipe da chave teve um desempenho acima disso nos últimos quatro confrontos

Márcio Goiano, técnico do NáuticoMárcio Goiano, técnico do Náutico - Foto: Paullo Allmeida/FolhaPE

Do nono ao quinto lugar. Quatro posições conquistadas em uma rodada, com uma vitória em um clássico, jogando com menos um desde o início do primeiro tempo. Ainda por cima, o expulso foi o craque do time. O triunfo suado por 1x0 perante o Santa Cruz, no Arruda, ratificou a crescente alvirrubra após a chegada do técnico Márcio Goiano. Depois de um início complicado na Série C, os ventos começam a soprar a favor do Náutico. Com o novo comandante, o Timbu tem um desempenho digno dos times que estão no G4 do Grupo A.

Nos quatro jogos sob a batuta de Márcio Goiano, o Náutico venceu três e perdeu um. Aproveitamento de 75%. Nenhuma outra equipe da chave teve um desempenho acima disso nos últimos quatro confrontos. O treinador estreou vencendo o Globo/RN por 2x0, na Arena de Pernambuco. Depois, foi derrotado pelo mesmo placar pelo ABC, no Frasqueirão, em uma partida que o técnico salientou, mesmo com o tropeço, o início de uma evolução no time. Em seguida, vitórias contra Remo (3x2) e Santa (1x0).

Na quinta colocação, com 13 pontos, o Náutico tem apenas um a menos que o Santa Cruz, quarto colocado, e dois a mais que a Juazeirense, na nona posição. Está entre o céu do G4 e o inferno da zona de rebaixamento. Antes de Márcio Goiano, o Timbu tinha apenas uma vitória em seis jogos. Nos demais compromissos, quatro derrotas e um empate (22,2%). O técnico Roberto Fernandes comandou o clube nos quatro duelos iniciais da Série C e Dudu Capixaba, treinador do sub-20, nos dois seguintes antes da mudança na comissão técnica.

Problemas

O Náutico terá um desfalque importante para os próximos dois jogos da Série C. Expulso diante do Santa Cruz, o atacante Ortigoza desfalcará o clube nas partidas perante Botafogo/PB e Atlético/AC, ambas na Arena de Pernambuco, pelo Grupo A. Seu substituto direto seria Wallace Pernambucano, mas o meia deixou o gramado do Arruda com dores na coxa esquerda e virou dúvida. O paraguaio é o artilheiro do clube na temporada, com 10 gols, sendo quatro deles pela competição. Já Wallace balançou as redes nove vezes e foi decisivo ao sair do banco de reservas e ajudar o Timbu com gols nos dois jogos passados. 

Veja também

Às vésperas de decisões dentro e fora de campo, Nei Pandolfo tenta construir elenco de 2021
Santa Cruz

Às vésperas de decisões dentro e fora de campo, Nei Pandolfo tenta construir elenco de 2021

Bandeira e outros dez viram réus por incêndio no CT do Flamengo
Incêndio no Ninho

Bandeira e outros dez viram réus por incêndio no CT do Flamengo