Tininho comemora nova divisão de cotas: "Uma vitória"

Dirigente coral comentou sobre a reunião na CBF na última terça-feira (21) e falou sobre possíveis reforços

Constantino Júnior, presidente do Santa CruzConstantino Júnior, presidente do Santa Cruz - Foto: Anderson Stevens

A definição da nova divisão das cotas televisivas entre os clubes da Série B foi comemorada pelo vice-presidente do Santa Cruz, Constantino Júnior. Em entrevista coletiva, o dirigente confirmou que reuniões entre o clube pernambucano, América-MG e Figueirense, rebaixados juntamente com o Internacional para a segundona deste ano, foram mantidas antes mesmo da decisão pela nova fórmula, onde 60% do montante será dividido de forma igualitária e os outros 40% por mérito, levando em conta o que aconteceu na temporada passada.

“Juntamente com o América e o Figueirense, capitaneamos um processo que contempla as equipes que caem da Série A para a B, mas não de uma forma desigual. Quando você cai a despesa é grande. Criamos um critério que foi aprovado em votos qualitativos e que deixa a competição motivada até o final, tendo em vista a diferença de recursos recebidos no final do ano de acordo com a posição do clube na tabela” - disse.  

Com a nova divisão, o tricolor, por ter terminado a Série A em 19º no ano passado, receberá cerca de R$ 6 milhões (nos moldes antigos receberia pouco mais de R$ 5 milhões). Quem mais vai faturar é o Internacional, recebendo os mesmos R$ 60 milhões de quando estava na elite.  

Em relação a aspectos técnicos, foi defendido pelo clube tricolor a inscrição de 40 jogadores ao invés de 33, como propôs a CBF. “Ao longo da temporada muitos clubes da Série A se alimentam de jogadores da segunda divisão, sem falar das lesões e outros aspectos que possam criar uma defasagem de elenco. Enxergamos 40 como um número razoável, mas é necessário que os clubes tenham responsabilidade e não inscrevam qualquer atleta” - comentou o vice coral. 


DE OLHO NO MERCADO

Sobre possíveis reforços, Constantino pregou a observação do atual elenco tricolor, mas confirmou que radar está ligado no Arruda. “Estamos muito atentos ao mercado. Temos peças ainda para estrear, podendo mudar o atual estilo de jogo. O clube tem se esforçado para se manter dentro do orçamento, e estamos abaixo do valor limite. Alguns atletas que estão disputando os estaduais nos agradam, sem falar na parceria com o Cruzeiro, que ainda nos permite trazer um jogador. De qualquer forma, vamos ter tranquilidade” - finalizou.

Veja também

Bruno Fratus fica com a medalha de bronze nos 50 m livres; recorde de Cielo é mantido
Jogos Olímpicos

Bruno Fratus fica com a medalha de bronze nos 50 m livres; recorde de Cielo é mantido

Na volta de Guerrero, Inter joga pouco e empata com Cuiabá no Beira-Rio
Série A

Na volta de Guerrero, Inter joga pouco e empata com Cuiabá no Beira-Rio