A-A+

Tite tira faixa de capitão de Neymar e dá a Daniel Alves

Entregar a braçadeira ao lateral foi a saída encontrada do técnico Tite para mostrar força

Daniel Alves é amigo de Neymar e seu companheiro no PSGDaniel Alves é amigo de Neymar e seu companheiro no PSG - Foto: Franck Fife/AFP

A CBF anunciou que Daniel Alves será o capitão da Seleção Brasileira na Copa América e nos amistosos de preparação para a competição. Tite decidiu tirar a faixa de capitão de Neymar depois de o atacante ter dado um soco em um torcedor após a derrota do Paris Saint-Germain para o Rennes na final da Copa da França.

De acordo com a confederação, o camisa 10 recebeu essa informação do treinador no sábado (25), dia em que chegou ao centro de treinamento da Granja Comary, em Teresópolis. No domingo, foi a vez de o comandante entrar em contato com seu novo capitão, que vai se apresentar ao chefe nesta terça (28).

Leia também:
Neymar está apalavrado com Real, garante portal espanhol

Entregar a braçadeira a Daniel Alves, amigo de Neymar e seu companheiro no PSG, foi a saída encontrada por Tite para mostrar força. O gaúcho vinha sendo criticado por não aplicar ao craque do time seus rígidos parâmetros disciplinares - no ano passado, justificou ausência de Douglas Costa de amistosos por uma cuspida que o atleta da Juventus havia dado em um adversário.

Neymar vinha sendo o capitão fixo da equipe brasileira no período pós-Copa do Mundo. Terminada a competição na Rússia, o treinador decidiu acabar com o rodízio da faixa -algo que adotara desde a chegada ao time nacional, em 2016- e entregá-la definitivamente a seu principal jogador, em sinal de apoio e de transmissão de responsabilidade.

Não funcionou exatamente como queria o técnico, que se viu obrigado a responder insistentes perguntas sobre por que havia convocado o craque. No anúncio da lista dos 23 atletas que disputarão a Copa América, ele se irritou com os questionamentos sobre o assunto e disse que só se manifestaria sobre o assunto depois de conversar com seu comandado.

Essa conversa, diz a CBF, ocorreu no sábado. E nem a disposição demonstrada por Neymar para se apresentar com antecedência - sua chegada à Granja Comary estava inicialmente programada para esta terça, ao lado de Daniel Alves- serviu para que Tite o mantivesse com a braçadeira da seleção brasileira.

O novo capitão verde-amarelo já usou a faixa em quatro oportunidades. Aos 36 anos, possivelmente a caminho de se tornar o jogador mais velho a defender o Brasil em uma Copa do Mundo, ele ostentará o objeto pela quinta vez no próximo dia 5, no amistoso contra o Qatar, marcado para Brasília.

Veja também

Lewis Hamilton conquista na Rússia sua vitória de número 100 na F1
Fórmula 1

Lewis Hamilton conquista na Rússia sua vitória de número 100 na F1

Roberto Fernandes pretende dar mais espaço para os atletas da base do Santa Cruz
Santa Cruz

Roberto Fernandes pretende dar mais espaço para os atletas da base do Santa Cruz