Título nacional e renovação: Dal Pozzo define metas para fim de ano

Treinador deixou claro que pretende permanecer no Timbu e acredita que definição acontecerá na próxima semana

Gilmar Dal Pozzo, técnico do Náutico Gilmar Dal Pozzo, técnico do Náutico  - Foto: Léo Lemos/Náutico

Domingo (6), diante do Sampaio Corrêa, no Castelão/MA, o Náutico e o técnico Gilmar Dal Pozzo podem quebrar um longo tabu: ambos podem sair do Maranhão com o primeiro título nacional da carreira. Dias antes da decisão que vale a taça da Série C do Campeonato Brasileiro 2019, o treinador analisou o adversário, comentou sobre a oportunidade de faturar o troféu da competição, lamentou a ausência de um de seus principais jogadores e ainda deixou claro que está próximo de acertar sua renovação com o Timbu para 2020.

Com uma lesão no ligamento cruzado do joelho direito, o zagueiro Camutanga está fora da decisão. O jogador passará por uma cirurgia e só deve voltar aos gramados daqui a sete meses. "Lamentamos muito porque Camutanga vivia seu melhor momento, mas só chegamos até a final porque tínhamos a força do grupo. Outros atletas terão a oportunidade de contribuir", apontou o treinador.

O Náutico venceu o jogo de ida por 3x1, nos Aflitos, e pode perder por até um tento de diferença que ainda assim será o campeão da Série C. Por dois tentos de diferença, o troféu será definido nas penalidades. Por mais, o Sampaio ganhará sua quarta taça nacional. Mesmo com boa vantagem, o treinador manteve os pés no chão. "Respeitamos o adversário. Sampaio tem uma bela equipe e não chegou por acaso na decisão. Do mesmo jeito que fizemos 3x1 aqui, eles poderiam fazer lá. Precisamos potencializar os atletas para eles terem personalidade e serem intensos. Espero um Sampaio com atitude diferente, propondo mais o jogo e adiantando as linhas. Eles serão impulsionados pela torcida e são fortes em casa, com jogadores de qualidade, como Rodrigo Andrade, Esquerdinha e Salatiel", explicou.

Assim como o Náutico, Dal Pozzo nunca conquistou um título nacional. "Não consigo dimensionar (a importância) porque eu ainda não tive esse gosto. Tive outras conquistas, acessos, e como atleta ganhei um título importante pelo Caxias diante do Grêmio, defendendo um pênalti do Ronaldinho aos 49 minutos do segundo tempo. Deve ser essa mesma sensação. Seria uma marca histórica para mim e para o clube", frisou.

Renovação


O ano ainda não acabou, mas a diretoria do Náutico já está encaminhando as primeiras renovações contratuais. O meia Jean Carlos já está apalavrado para 2020 e, ao que tudo indica, Dal Pozzo deve oficializar sua permanência no Timbu na próxima semana.

"O primeiro passo foi conversar com a diretoria sobre o planejamento, sabendo o que eles querem e o que eu quero. Chegamos em um entendimento há duas semanas. Na última terça, nós fizemos um raio-x dos atletas. O técnico tem de ser um gestor também. Busquei informações sobre quanto dinheiro teremos para gastar, quais jogadores vamos trazer e como será a valorização da base, qualificando ela. Provavelmente chegaremos a um acerto na próxima semana. Tem o desejo da minha parte e da diretoria e a probabilidade (de ficar) é alta", citou.

Leia também:
Com lesão no joelho, Camutanga desfalca Timbu por sete meses
Camutanga e Diego Silva são poupados de treinamento

Veja também

Novo primeiro-ministro japonês se diz "decidido" a sediar Jogos Olímpicos apesar da pandemia
Jogos Olímpicos

Novo primeiro-ministro japonês se diz "decidido" a sediar Jogos Olímpicos apesar da pandemia

STJD nega pedido do Flamengo e mantém jogo contra o Palmeiras no domingo
Futebol

STJD nega pedido do Flamengo e mantém jogo contra o Palmeiras no domingo