A-A+

'Todos querem ver um bom jogo', diz Zidane

Frase do icônico técnico francês foi dita nesta terça-feira (17), na véspera do El Clássico, contra o Barcelona

Zidane, técnico do Real MadridZidane, técnico do Real Madrid - Foto: JAVIER SORIANO / AFP

O técnico do Real Madrid, Zinedine Zidane, minimizou nesta terça-feira (17) a relevância de possíveis protestos independentistas catalães antes do clássico espanhol contra o Barcelona, na quarta-feira (18), manifestações que já haviam obrigado a partida a ser adiada em outubro.

"É uma partida de futebol, muitas coisas são ditas em volta, mas, no fim, as pessoas simplesmente querem ver um bom jogo", afirmou Zidane em coletiva de imprensa na véspera do clássico.

O técnico francês respondeu assim a uma pergunta sobre se o árbitro deveria suspender a partida caso torcedores exibam cartazes com reivindicações políticas ou insultos, como ocorreu na segunda divisão espanhola no último fim de semana, quando a partida entre Rayo Vallecano e Albacete foi suspensa por gritosde "nazista" contra o jogador ucraniano Roman Zozulya.

"É preciso deixar o árbitro em paz, ele quer fazer seu trabalho, assim como nós, ele quer fazer as coisas bem como nós e como o Barcelona", garantiu Zidane. O clássico Real-Barça, válido pela 10ª rodada do Campeonato Espanhol, estava inicialmente previsto para 26 de outubro, mas precisou ser adiado devido a manifestações em Barcelona, após a condenação de vários políticos independentistas pela tentativa de secessão em 2017.

A plataforma independentista Tsunami Democratic quer deixar visível "nas arquibancadas e no campo de jogo" seu slogan "Spain, sit and talk" (Espanha, senta e conversa), um chamado para a negociação de um referendo de autodeterminação. Devido ao entorno imprevisível, o grande dispositivo de segurança prevê que Barcelona e Real Madrid se concentrem no mesmo hotel e saiam juntos rumo ao estádio.

Leia também:
Real empata com Valencia no fim e Barça mantém liderança
Liga dos Campeões define oitavas com duelo entre Real e Man. City


"Disseram que temos que sair juntos e vamos sair juntos, não há nada mais a explicar em relação a isso. No fim, o que temos que fazer é colocar nossa energia no campo de jogo e pensar que vamos jogar, de resto podemos ficar falando sobre isso a semana toda", concluiu o treinador.

Veja também

61ª edição dos JEPs é encerrada no Parque e Centro Esportivo Santos Dumont
Jogos Escolares

61ª edição dos JEPs é encerrada no Parque e Centro Esportivo Santos Dumont

CBHb divulga convocação da Seleção Brasileira para fase de treinamento na Espanha
Handebol

CBHb divulga convocação da Seleção Brasileira para fase de treinamento na Espanha