Totti anuncia sua aposentadoria

Italiano de 40 anos passou 25 anos defendendo as cores da Roma

Totti se despediu da Roma em maio deste anoTotti se despediu da Roma em maio deste ano - Foto: AFP

O italiano Francesco Totti, 40 anos, anunciou oficialmente sua aposentadoria nesta segunda-feira (17), após 25 temporadas como jogador da Roma.

"A primeira parte de minha vida de jogador terminou e agora uma parte mais importante está prestes a começar", explicou Totti em nota publicado no site da Roma.

"Recomeçamos do zero. Vou precisar de tempo para encontrar, pouco a pouco, com calma, qual papel me convém. Por este motivo, me coloco à disposição do clube, dos jovens jogadores ao presidente. Até 28 de maio, pensei somente em jogar futebol, me divertir e ajudar de maneira significativa a equipe. Agora, é precisar ir em frente, virar uma nova página. Vou pensar em um novo papel que possa me surpreender e me trazer coisas boas", completou.

"Totti vai integrar a equipe de dirigentes do clube de sua vida", explicou a Roma em comunicado. "Ele irá trabalhar ao lado do diretor esportivo Monchi e do técnico Eusebio Di Francesco para tentar ajudar o clube de um jeito novo".

Segundo a imprensa italiana, Monchi teria se recusado a oferecer novo contrato de jogador a Totti ao fim da última temporada.

Após sua última partida, uma vitória sobre o Genoa (3-2), Totti apareceu no gramado do Estádio Olímpico da capital italiana com um microfone me mãos e lágrimas nos olhos para agradecer a torcida da Roma.

O adeus do eterno camisa 10 da Roma foi saudado por diversas personalidades do futebol, como o ex-jogador argentino Diego Maradona.

"Il Capitano", como era carinhosamente chamado pela torcida, disputou 786 jogos e marcou 307 gols vestindo a camisa da Roma, clube em que chegou aos 16 anos, em 1993. Com a seleção italiana foram 58 jogos e nove gols.

Antes de anunciar a aposentadoria, Totti havia sido contactado pelo Tokyo Verdy para jogar por uma temporada na segunda divisão japonesa. Outros rumores falavam de uma possível ida aos Estados Unidos para defender o Miami FC, clube treinado pelo ex-companheiro de seleção italiana Alessandro Nesta.

No fim, Totti acabou optando por só defender um clube em toda a carreira.

Veja também

Elenco do Santa Cruz foca na reta final e mantém esperança viva: "Não vamos desistir"
Santa Cruz

Elenco do Santa Cruz foca na reta final e mantém esperança viva: "Não vamos desistir"

Italo Ferreira relata ameaça de bomba em seu voo: 'Que loucura'
Surfe

Italo Ferreira relata ameaça de bomba em seu voo: 'Que loucura'