Transmissões independentes recolocam futsal em evidência

Projetos de exibição de partidas da modalidade preenchem importante lacuna usando as redes sociais como principais ferramentas

TV Esporte News, de Arcoverde, lançou transmissões em 2018 e vem ampliando audiência TV Esporte News, de Arcoverde, lançou transmissões em 2018 e vem ampliando audiência  - Foto: Divulgação

Celular, tripé, microfone e muita disposição. Esse é o combo que vem ajudando a dar visibilidade ao futebol de salão pernambucano. O Estado sempre teve tradição na modalidade, porém, acompanhar os jogos não é tarefa fácil, visto que não há tanto espaço em veículos tradicionais. É aí que entram em cena projetos independentes de transmissão via internet. Iniciativas que preenchem uma importante lacuna utilizando como ferramentas principais as redes sociais.

Um dos precursores dessa prática no Estado é o Panorama Esportivo, que surgiu em 2013, em Vitória de Santo Antão, com a proposta de rádio web para a cobertura dos jogos do time de futebol do município. Apesar de brigar por espaço com rádios tradicionais, tinha um público fiel. Mas, três anos depois, o grupo decidiu encarar um novo desafio: transmissão com imagens de eventos de outras modalidades, como vôlei, fut 7 e futsal. E foi o futebol de salão que abriu as portas para o crescimento do Panorama Esportivo.

“Vimos um nicho de mercado bastante específico e que, de cara, alavancou a nossa audiência e engajamento com o público”, conta o narrador do grupo, Michell Santana. Apostando no futsal, a equipe já percorreu todas as regiões do Estado, cobrindo partidas oficiais e não-oficiais. Hoje, são cinco integrantes. Além de Michell, participam Márcio Souza (repórter e narrador), Elizângelo Nascimento (cinegrafista e motorista), Endryo Amorim (fotógrafo) e Michelly Mabel (tesoureira e responsável técnica). E, quando viajam, costumam fazer parcerias com radialistas locais para participação nas transmissões.

Em um desses contatos, acabou inspirando Gilson Martins, de Arcoverde, outro apaixonado por esportes. Desde 2016 ele mantinha um blog, o Esporte News. Com o tempo, decidiu aproveitar os mais de 10 anos de experiência como radialista para criar um canal de entrevistas com personalidades de diversas modalidades, dando início à TV Esporte News. Até que um bate-papo com Michell expandiu suas atividades. “Michell esteve em Arcoverde e deu a ideia das transmissões. Estudei muito em 2017 e lancei as transmissões em 2018. Fui chamado de louco por alguns. Tive 30 pessoas na minha primeira transmissão e hoje chego a 200”, recorda Gilson, que nesse período já conseguiu trocar o aparelho celular para um modelo mais moderno e conta com orgulho que o microfone utilizado foi uma engenharia feita por ele mesmo. Narrador, ele tem a companhia de Vetta Pereira (cinegrafista e comentarista), Ysllane Vasconcelos, Gleydson Rodrigues e Vilanir de Souza (todos comentaristas). O grupo vem evoluindo e conta com parcerias para tocar o trabalho.

A ideia de ter um blog na internet para falar sobre esportes foi o pontapé inicial também do Fora de Campo, elaborado e comandado pelos estudantes de jornalismo Daniel Lima, Elton Henrique e Thiago Cabral, com foco no futsal, fut 7, futebol feminino e futebol de várzea. A página surgiu em 2017, a partir de um projeto do trio para uma cadeira da faculdade. Os tantos elogios os motivaram a dar continuidade ao blog. Um ano depois, com a compra de domínio e expediente, a página virou site e o número de acessos aumentou.

Em 2019, mais um upgrade. Dessa vez, a aposta foi em transmissões de jogos realizados na Capital e no Interior do Estado. Através da sua FanPage, o Fora de Campo já exibiu mais de 120 partidas em 13 locais diferentes, alcançando mais de 240 mil visualizações. Ao vivo, o recorde foi de 900 dispositivos acompanhando a final da Taça Brasil de Futsal Sub-17/Divisão Especial de 2019, entre Sport e Praia Clube/MG, no Santos Dumont, em abril. Assim como nos demais projetos, o futsal ganhou status de carro-chefe por ser o esporte que mais mobiliza o público, mas o fut 7 também costuma render boas sessões. Além do trio, participam ainda o narrador olindense Everaldo Júnior e outros estudantes de jornalismo: Alexandre Ricardo, Leo Wanderley e Kelly Arruda.

“Já percorremos muita estreada, com perigos, principalmente à noite, problemas de conexão (internet), tempo curto para montar a improvisada estrutura de trabalho e dificuldade para encontrar a localização de alguns ginásios, chegando em algumas ocasiões a nos perdermos no caminho. Diante de tantos contratempos, o amor e o prazer em transmitir o futsal para o mundo inteiro prevalecem”, destaca Elton.

A paixão é o combustível principal para tal empreitada. Em comum, todos esses projetos têm o fato de sobreviverem através de parcerias e anunciantes, o que nem sempre gera margem para lucro. “Muitos são abnegados e mesmo os que têm retorno financeiro ainda não é um valor que paga o trabalho tão bem feito que fazem. Eles têm contribuído de forma muito positiva, principalmente no âmbito da visibilidade, ajudando a levar o nosso futsal para todas as regiões, para o mundo. Nossos atletas têm a oportunidade de serem vistos lá fora. As equipes também evoluem para oferecer um espaço mais organizado para receber esses profissionais Só temos a agradecer por esse trabalho”, analisa o presidente da Federação Pernambucana de Futsal, Luiz Cláudio Carvalho. A entidade, inclusive, homenageou alguns desses profissionais em uma cerimônia no ano passado.

Leia também:
Náutico enfrenta Botafogo/PB pelo Nordestão 2020
Honda é recepcionado com festa por torcedores do Botafogo no Rio

Veja também

Durval aciona Sport na Justiça por descumprimento de acordoFutebol

Durval aciona Sport na Justiça por descumprimento de acordo

Esquerdinha cita experiência como trunfo em retorno ao SantaFutebol

Esquerdinha cita experiência como trunfo em retorno ao Santa