Tribunal recusa pedido de pontos ao Boca na final da Libertadores

O Boca recorreu ao tribunal pedindo a vitória na partida em que seus jogadores acabaram sendo agredidos

River x Boca será em MadriRiver x Boca será em Madri - Foto: Alejandro Pagni/AFP

O Tribunal de Apelações da Conmebol recusou o protesto do Boca Juniors, nesta quinta-feira (06), depois do clube pedir os pontos da final da Libertadores por conta das agressões sofridas antes do jogo de volta contra o River Plate.

A entidade decidiu "desestimar o recursos de apelação apresentados pelo Clube Atlético Boca Juniors no dia 30 de novembro de 2018 contra a decisão ditada pelo Tribunal de Disciplina da Conmebol, do dia 29 de novembro de 2018", indicou o Tribunal de Apelações da entidade.

Leia também:
River e Boca iniciam preparação para final em Madri
Torcedor organizado do Boca é barrado de acompanhar a final
Boca e River têm destinos diferentes em caso de título
Chefe de organizada do Boca é autorizado para ir a Madri
Idolatrado no Boca, Tevez peitou cartolas e impediu final da Libertadores
Conmebol nega pedido do Boca e confirma final da Libertadores

A resolução se definiu três dias antes de Boca e River disputarem a superfinal da Libertadores no estádio Santiago Bernabéu, em Madri. A partida foi transladada para a capital espanhola depois de torcedores do River atacarem o ônibus do time adversário com pedras, nos arredores do estádio Monumental dia 24 de novembro.

Veja também

Oito atletas desfalcam Santa por conta da Covid-19
Série C

Oito atletas desfalcam Santa por conta da Covid-19

Uefa defende decisão sobre estádio em Munique mas adiciona cores do arco-íris em logo
DIVERSIDADE

Uefa defende decisão sobre estádio em Munique mas adiciona cores do arco-íris em logo