Tricolores atribuem tropeço no Arruda à falta de sorte

Frustrados com o empate sem gols, Ricardo Bueno e Julio Cesar lamentaram o fato da bola não estar entrando nos jogos

Estádio do ArrudaEstádio do Arruda - Foto: Anderson Stevens/Folha de Pernambuco

Após o empate sem gols com o Luverdense/MT, no estádio do Arruda, neste sábado (28), os jogadores do Santa Cruz se queixaram que a bola não tem entrado e lamentaram o azar. O atacante Ricardo Bueno, que acertou a trave do goleiro Diogo Santos duas vezes, não escondeu sua tristeza e disse que falta a bola entrar para reencontrar o caminho da vitória.

“Fica um sentimento de frustração. Jogamos em cima do Luverdense, conseguimos pressioná-los, mas claro que tivemos erros. Mas acho que faltou a bola entrar. Nós estamos buscando em todos os jogos e ninguém espera que as coisas caíam do céu. Ninguém aqui se poupa ou faz corpo mole. O elenco está fechado, mas faltam vitórias”, analisou.

Leia também:

Santa empata com Luverdense e segue longe de sair do Z4 

Martelotte não esconde frustração com resultado ruim 

O goleiro Julio Cesar fez coro a Ricardo Bueno. Para o camisa 1, a infelicidade tem atrapalhado o Santa nas últimas partidas. “Faltou um pouquinho de sorte. Tiveram algumas bolas na trave. Estamos batalhando muito e a bola não quer entrar”, disse.

Sem vencer há oito jogos, com uma sequência negativa de cinco empates e três derrotas, a Cobra Coral enfrenta o Náutico no próximo compromisso do Campeonato Brasileiro da Série B. O Clássico das Emoções está marcado para o dia 4 de novembro, no estádio do Arruda, pela 33ª rodada.

Veja também

Milan vence Cagliari com dois gols de Ibra e reassume liderança isolada do Italiano
Futebol Internacional

Milan vence Cagliari com dois gols de Ibra e reassume liderança isolada do Italiano

Flamengo vence Goiás e vê distância para líder São Paulo ficar em 5 pontos
Campeonato Brasileiro

Flamengo vence Goiás e vê distância para líder São Paulo ficar em 5 pontos