Futebol

Trio de Ferro tem "escadinha" de divisões pela terceira vez na história

Em 1999 e 2013, Pernambuco também teve Náutico, Santa Cruz e Sport separados em uma divisão cada, nas Séries A, B e C

Caça-rato, ex-atacante do SantaCaça-rato, ex-atacante do Santa - Foto: Peu Ricardo/Arquivo Folha

Pela terceira vez na história, o Trio de Ferro da capital terá um integrante em cada uma das três principais divisões do futebol nacional. O Sport jogará a Série A, o Náutico participará da Série B e o Santa Cruz tentará, por mais uma temporada, deixar a Série C. Nos outros dois momentos em que os pernambucanos formaram essa “escadinha”, as temporadas marcaram acessos, mas também campanhas fracas na elite.

Em 1999, a ordem era a seguinte: Sport na A, Santa Cruz na B e Náutico na C - disputando pela primeira vez a competição após cair no ano anterior. O Leão teve uma campanha sofrível, com apenas 17 pontos em 21 jogos. Foi o lanterna, porém não rebaixado. Eis o motivo: naquele ano, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) definiu que cairiam de divisão os clubes com as piores pontuações somando as edições de 1998 e 1999. Na média das temporadas, pelo bom desempenho anterior, quando ficou em quinto, os rubro-negros escaparam da degola.

Na B, o Santa Cruz subiu de divisão ao terminar em segundo no quadrangular, atrás apenas do Goiás e à frente de Bahia e Vila Nova. Na C, o Náutico terminou em quarto no quadrangular final. Não conseguiu o acesso direto, contudo foi beneficiado com uma mudança no regulamento do nacional, que gerou não somente a saída do Timbu da divisão como também o retorno do Fluminense à elite, graças a criação da Copa João Havelange, em 2000.

 

Já em 2013, o representante pernambucano na elite era o Náutico. O Sport estava na Segundona e o Santa na Série C. O Timbu teve seu maior orçamento da história, mas fez a segunda pior campanha na era dos pontos corridos, terminando em último, com 20 pontos, voltando à Série B. O Leão herdou a vaga do rival, ao ficar em terceiro na segunda divisão, retornando ao Brasileirão em 2014. Por fim, a Cobra Coral alcançou não somente o acesso como também conquistou o título da terceira divisão.

Cenário de 2020

Melhor situado entre os rivais, o Sport chega ao Brasileirão após brigar contra a queda no Pernambucano, fechando com sua pior campanha na história do torneio. Na Copa do Nordeste, caiu nas quartas de final. O Náutico foi eliminado nas semifinais do Estadual e não avançou ao mata-mata do Regional - competição que não disputará em 2021. O Santa foi finalista no torneio local, perdendo na decisão para o Salgueiro. No Nordestão, foi desclassificado nas quartas de final.

Veja também

Um a cada 10 gols do Brasileiro tem o carimbo da 'Lei do Ex'
Campeonato Brasileiro

Um a cada 10 gols do Brasileiro tem o carimbo da 'Lei do Ex'

Remendado, líder Santa visita o Manaus em confronto inédito pela Série C
Santa Cruz

Remendado, líder Santa visita o Manaus em confronto inédito pela Série C