Trump rebate LBJ e diz que não chamará campeão à Casa Branca

Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump foi firme ao rebater declarações de Lebron James e Stephen Curry

LeBron JamesLeBron James - Foto: ELSA / GETTY IMAGES NORTH AMERICA / AFP

A "guerra fria" entre atletas das principais ligas dos Estados Unidos e Donald Trump ganhou um novo capítulo nesta sexta-feira (8), dia no qual a NBA pode ser definida, em caso de nova vitória do Golden State Warriors sobre o Cleveland Cavaliers.

O presidente norte-americano afirmou que não convidará os vencedores para visitar a Casa Branca, conforme tradição no país.

Em declaração rápida reproduzida pela ESPN, Trump assegurou que "não convidará qualquer time" que vencer a liga. As declarações surgem como uma reação a uma entrevista concedida por LeBron James, maior astro dos Cavs e da liga de basquete, na última terça-feira.

Hoje em desvantagem de 3 a 0 e em situação dificílima na decisão -mais uma franquia virou uma série com este déficit-, LeBron James disse que as duas equipes se recusariam a visitar a Casa Branca.

"Não sei quem vai vencer esta série, mas ninguém espera um convite de qualquer forma. Nem Cleveland e nem Golden State irão", declarou LeBron, que recebeu o apoio de Stephen Curry, estrela dos Warriors, posteriormente.

"Concordo com LeBron. Creio que a maneira com que lidamos com isso no ano passado nos manterá consistentes com isso", relembrou Curry. O Golden State, atual campeão da NBA, não visitou Trump no ano passado.

A polêmica sobre visitar a Casa Branca acabou reforçada pelo próprio presidente, que emitiu um comunicado na última segunda-feira (4) criticando o Philadelphia Eagles, campeão da NFL. O governo dos EUA cancelou a visita da franquia após vários atletas declinarem o convite como forma de protesto a Donald Trump.

Veja também

Após folga, Seleção Brasileira treina para enfrentar Colômbia
Copa América

Após folga, Seleção Brasileira treina para enfrentar Colômbia

Alex comemora desempenho diante do Botafogo
Futebol

Alex comemora desempenho diante do Botafogo