Uninassau corre atrás de parceiros às vésperas da LBF

Equipe é, novamente, a única de Pernambuco na Liga de Basquete Feminino, que abre a edição 2019 no dia 8 de março

Uninassau Basquete ficou com o vice da LBF 2016/2017Uninassau Basquete ficou com o vice da LBF 2016/2017 - Foto: Flávio Japa/Arquivo FolhaPE

Única equipe do Estado inscrita na Liga de Basquete Feminino 2019, a Uninassau Recife corre contra o tempo antes do início do certame, na primeira quinzena de março, para se reestruturar. Após várias reuniões com a Prefeitura do Recife, uma possível parceria que parecia encaminhada acabou não saindo, fazendo com que o planejamento e o orçamento da equipe sofressem um forte impacto.

“As conversas estavam bem adiantadas, sempre se falava do forte desejo de ter uma equipe com o nome da Cidade. E o tempo estava passando, o mercado ficando cada vez mais reduzido em ofertas. Então comecei a fazer a minha parte. Após quatro encontros, veio a notícia de que não haveria um caminho para viabilizar essa parceria e que a prefeitura não seria mais patrocinadora. Realmente posso ter me precipitado, mas não em assinar contratos, encomendar uniformes e fazer tudo o que uma equipe necessita. Me precipitei em ter confiado em palavras, quando, no final das contas, não havia papel assinado”, diz o treinador da Uninassau Recife, Roberto Dornelas.

Segundo a secretaria executiva de Esportes do Recife, Yane Marques, a gestão tinha realmente o desejo de firmar a parceria com a equipe. Entretanto, a controladoria do município freou o patrocínio por não ter havido uma “concorrência” oficial para oferta de patrocínio esportivo. A ideia do acerto com o basquete foi fruto de um estudo interno no qual a equipe surgiu como melhor custo benefício - menor investimento para um time disputar um evento de relevância nacional com condições de brigar por finais. O patrocínio do município seria de R$ 40 mil mensais, praticamente dividindo os custos com a outra parceira do time, a Uninassau.

Leia também:
Com caras novas, Uninassau se prepara para LBF
Uninassau perde no Maranhão e termina LBF em terceiro lugar
Atleta revelação da LBF 2016/2017 é da Uninassau

Agora, faltando menos de um mês para a bola subir na LBF, o técnico Roberto Dornelas procura a ajuda de amigos apaixonados pelo basquete. “Assim, em cima da hora, não temos como falar em patrocinadores, pois as empresas levam tempo para analisar seus orçamentos e dar respostas. Com esse tempo curto, só amigos mesmo podem nos ajudar.” Embora o cenário seja difícil, desistir da participação na Liga não está entre as opções, uma vez que isso, a essa altura, com divulgação feita na imprensa e no site oficial do certame, ocasionaria sanções severas, a exemplo de multa financeira e proibição de jogar o Nacional por um ou dois anos, o que poderia desconstruir o excelente trabalho realizado pelos profissionais da RD Sports nos últimos anos.

“Buscamos um parceiro com urgência para termos condições de terminar a montagem do elenco conforme planejamos (podendo fechar com duas atletas da WNBA). Caso não seja possível, entraremos com o grupo que temos e, ao longo do campeonato, vamos tentar levantar o montante necessário para sanar as dívidas que ficarem abertas. Nossa comissão multidisciplinar é muito unida e os profissionais, de antemão, deram prioridade aos vencimentos das atletas, deixando os seus em aberto”, explica Dornelas.

Retrospecto

O projeto de basquete feminino comandado por Roberto Dornelas representa o melhor rendimento de uma equipe esportiva de Pernambuco em um certame de relevância nacional. O grupo já vestiu a camisa do Sport, do América e da Uninassau, única parceira presente desde o início do trabalho, na temporada 2012/2013. O retrospecto nesses últimos seis anos de LBF revela a regularidade do trabalho realizado, mantendo sempre o nome do Estado no top 3 nacional. São dois terceiros lugares, três vices e um título. 

Veja também

Acompanhe o lance a lance de Corinthians x Sport
Série A

Acompanhe o lance a lance de Corinthians x Sport

CBF antecipa rodada final da Série B; jogos serão dia 29 de janeiro
Futebol

CBF antecipa rodada final da Série B; jogos serão dia 29 de janeiro