Uruguai e Argentina querem se aproximar da Copa da Rússia; Chile sob pressão

Com mais uma data Fifa, corrida para estar no Mundial de 2018 vai se acirrando

Mundo Livre S/AMundo Livre S/A - Foto: Divulgação

Assim como o Brasil, que recebe a Bolívia, Uruguai e Argentina enfrentam seleções da parte de baixo da tabela para tentar se aproximar um pouco mais da classificação para a Copa do Mundo de 2018, nesta quinta-feira, com duelos contra Venezuela e Peru, respectivamente, pela nona rodada das eliminatórias.

O Chile, atual bicampeão continental, se encontra em uma situação parecida com a da seleção brasileira antes da chegada de Tite. Ocupa um incômodo sétimo lugar, fora da zona de classificação, e precisa de um resultado diante do Equador, na altitude de Quito.

Em setembro, o Brasil encarou o duelo em terras equatorianas em sexto lugar, mas subiu para a vice-liderança, ao vencer por 3x0, antes de superar a Colômbia por 3x0.

O Uruguai lidera as eliminatórias com 16 pontos, um à frente de Brasil e Argentina.

A Colômbia ocupa a última vaga direta, com os mesmos 13 pontos do Equador, que fez um grande início de campanha, ao vencer seus quatro primeiros jogos, mas desmoronou totalmente, com um empate e três derrotas nas últimas quatro rodadas.

Neste panorama, o Paraguai está à espreita, com 12 pontos, um à frente do Chile. Bolívia e Peru já estão longe da vaga, com 7, e o lanterninha Venezuela já não tem praticamente mais chances de se classificar, por somar apenas dois.

A nona rodada terá justamente um duelo de extremos entre o líder Uruguai e a seleção 'vinotinto', que viaja a Montevidéu antes de receber o Brasil, na próxima terça-feira.

A 'Celeste' conta com o poder de fogo dupla de ataque Suárez-Cavani para castigar um pouco mais o lanterna, uma espécie de aperitivo para um desafio bem maior na próxima rodada, contra a Colômbia, em Barranquilla.

O Uruguai se apresenta praticamente com força máxima, mas não é o caso da Argentina, que não poderá contar com o craque Lionel Messi, lesionado.
- Equador e Chile buscam redenção -

Pela posição das duas equipes na tabela, o duelo com o Peru pode até parecer fácil, mas os 'Hermanos' encaram Paolo Guerrero e companhia em Lima é longe de ser um simples passeio no parque, ainda mais sem poder contar com o cinco vezes melhor do mundo.

Enquanto Brasil, Argentina e Uruguai são francos favoritos, os duelos Equador-Chile e Paraguai-Colômbia prometem ser bem mais equilibrados.

Nos 2.850 m de Quito, o Equador tentará reencontrar a vitória diante de uma 'Roja' que também vem de resultados decepcionantes, com derrota para o Paraguai (2x1) e empate sem gols em casa com a Bolívia.

Já a Colômbia viajou a Assunção muito desfalcada, sem contar com James Rodríguez e Teo Gutiérrez, ambos lesionados.

Nestas condições, os 'cafeteros' terão que se superar diante de uma seleção paraguaia que mostrou duas caras em setembro: venceu o Chile em casa por 2x1, mas em seguida foi goleada impiedosamente pelo Uruguai (4x0).

Partidas desta quinta-feira, pela nona rodada das eliminatórias sul-americanas para a Copa do Mundo de 2018 (horário de Brasília)

Em Quito (18H00): Equador - Chile

Em Montevidéu (20H00): Uruguai - Venezuela

Em Assunção (20H30): Paraguai - Colômbia

Em Natal (21H45): Brasil - Bolívia

Em Lima (23H15): Peru - Argentina

Veja também

Náutico contrata volante Antonio Bustamante
Futebol

Náutico contrata volante Antonio Bustamante

Na Arena, Sport perde para o Flu e amarga quinta derrota seguida
Brasileiro sub-20

Na Arena, Sport perde para o Flu e amarga quinta derrota seguida