Futebol

Vale o acesso à Série B: Santa recebe o Brusque, pelo duelo final do quadrangular da Série C

Partida será disputa no Arruda, palco que já foi do acesso à Série B, em 2013, e da Série A, em 2005

Elenco do Santa Cruz comemorando golElenco do Santa Cruz comemorando gol - Foto: Rafael Melo/SCFC

Chegou o dia. De sentir aquele velho frio na barriga. Da ansiedade de ver a bola rolar. Do nervosismo com o passar do cronômetro. Da preocupação com os outros jogos. E, dependendo do resultado, de comemorar. Hoje é dia de Santa Cruz. Tudo isso, infelizmente, longe do melhor lugar para vivenciar todos esses momentos. O Arruda estará vazio. Culpa da pandemia da Covid-19. Se não fosse por ela, milhares de tricolores estariam no estádio para acompanhar o último compromisso do clube de uma temporada que começou em um ano e terminará em outro. Neste domingo, contra o Brusque/SC, os pernambucanos duelam pela rodada final do Grupo C do quadrangular da Série C do Campeonato Brasileiro. Jogo que vale o acesso à Série B.

Mesmo com a melhor campanha na primeira fase, o Santa Cruz não depende apenas de si para subir de divisão. Precisa vencer o Brusque (empate ou derrota eliminam diretamente) e torcer, de preferência, por um empate entre Ituano e Vila Nova, times da chave que jogam no Novelli Júnior. Outra saída seria aguardar um triunfo dos paulistas, mas com margem igual ou inferior de gols aos pernambucanos. Se o Tigre ganhar, o Tricolor ficará mais um ano na terceira divisão.

O Santa está atualmente em terceiro, com cinco pontos. O Ituano também tem cinco, mas em quarto por conta do saldo. O Vila é o segundo, com sete, enquanto o Brusque, já garantido na Segundona do ano que vem, lidera a chave, com nove. O Tricolor só pode chegar ao máximo em segundo, ficando fora de uma futura decisão pelo título da Série C - apenas os dois primeiros de cada chave avançam para a final.

Para o jogo, o Santa não contará com o lateral-direito Augusto Potiguar, o lateral-esquerdo Perí e o zagueiro Elivelton, todos diagnosticados com a Covid-19. O trio, porém, não faz parte da base titular. Por outro lado, o volante Bileu volta de suspensão automática e pode começar jogando, fechando o meio com Paulinho, Didira e Chiquinho. Na frente, a dúvida é sobre a entrada de Victor Rangel na vaga de Pipico ou Lourenço.

“Temos utilizado Rangel praticamente em todos os jogos. Ainda vamos definir a escalação, mas ele vem buscando espaço e pode jogar. Vamos montar um time equilibrado, mas com poderio ofensivo forte. Dependendo do outro jogo, talvez a gente precise fazer uma diferença maior de gols”, afirmou o técnico Marcelo Martelotte. "Pipico tem nossa confiança, já mostrou sua capacidade nos últimos anos. A experiência dele é importante e tem a possibilidade de começar jogando ou entrar no decorrer da partida", completou.

Ficha técnica

Santa Cruz

Maycon Cleiton; Toty, Danny Morais, William Alves e Leonan; Bileu, Paulinho, Didira e Chiquinho; Victor Rangel e Pipico. Técnico: Marcelo Martelotte

Brusque

Ruan Carneiro; João Carlos , Ianson, Everton e Airton; Emerson Martins, Zé Mateus e Thiago Alagoano; Edilson, Marco Antônio e Garcez. Técnico: Jerson Testoni

Local: Arruda (Recife/PE)
Horário: 18h
Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhaes (RJ). Assistentes: Rodrigo Figueiredo Henrique Correa e Diogo Carvalho Silva (ambos do RJ)
Transmissão: DAZN

Veja também

Ministério Público vai recomendar suspensão do futebol no Brasil
Futebol

Ministério Público vai recomendar suspensão do futebol no Brasil

De volta ao Náutico, Luiz Henrique lamenta poucas oportunidades em Portugal
Futebol

De volta ao Náutico, Luiz Henrique lamenta poucas oportunidades em Portugal