A-A+

VAR só será usado em erros 'claros e evidentes', no Inglês

Na rodada do final de semana, cinco equipes tiveram gols anulados em decisões tomadas com auxílio da tecnologia

Árbitro Anthony Taylor durante Liverpool 1x0 WolvesÁrbitro Anthony Taylor durante Liverpool 1x0 Wolves - Foto: AFP

A video-arbitragem (VAR) só será usada a partir de agora na Premier League para corrigir erros "claros e evidentes". Após uma última rodada polêmica, foi o que anunciou o secretário geral da International Board (IFAB), entidade que define as regras do futebol.

Norwich, Brighton, Sheffield United, Wolverhampton, Brighton e Crystal Palace tiveram gols anulados na rodada do 'Boxing Day' em decisões tomadas pelo VAR, em lances de impedimento em que foram apontadas margens ínfimas.

Lukas Brud, secretário geral da IFAB, admitiu que o VAR deve ser utilizado em jogadas com erros "claros e evidentes". "Não se deve perder muito tempo buscando coisas marginais", acrescentou.

"Se temos que passar vários minutos para decidir se há impedimento ou não, quer dizer que não está claro e evidente que a decisão original (do árbitro) deveria prevalecer", insistiu.

O responsável se referia principalmente à partida entre o líder Liverpool e o Wolverhampton, que terminou com uma vitória dos 'Reds' por 1x0. Os 'Wolves' tiveram o gol de empate anulado devido a um impedimento de apenas alguns centímetros.

No início de dezembro, o presidente da Uefa, Aleksander Ceferin, fez um apelo pedindo à IFAB mais "clareza" e "rapidez" no uso do VAR, citando especialmente as jogadas de impedimento e toques de mão.

Veja também

SDS garante presença de segurança pública nos estádios
Futebol

SDS garante presença de segurança pública nos estádios

Pregando discurso apaziguador, presidente interino e CEO são apresentados no Arruda
Futebol

Pregando discurso apaziguador, presidente interino e CEO são apresentados no Arruda