Veja as vítimas identificadas da tragédia no Flamengo

Incêndio no CT Ninho do Urubu deixou 10 mortos, entre atletas da base e funcionários do clube rubro-negro

Arthur ViniciusArthur Vinicius - Foto: Reprodução/Redes Sociais

Seis das vítimas fatais do incêndio ocorrido no Centro de Treinamento do Flamengo, na zona oeste do Rio de Janeiro, na madrugada desta sexta-feira (8), já foram identificadas. Segundo as autoridades, informações preliminares da perícia apontam como causa da tragédia um problema no ar condicionada. Está sendo apurado, contudo, se houve um curto-circuito no equipamento em decorrência de falha na rede de energia interna ou externa. Abaixo, você confere informações iniciais sobre as vítimas já identificadas. 

Leia também:
Personalidades e clubes mostram apoio ao Flamengo
'É a maior tragédia da história do Flamengo', diz gestor
Incêndio no CT do Flamengo deixa dez mortos
Vice-governador do Rio fala em falha no ar condicionado

   Mortos

Athila Paixão – natural de Lagarto, em Sergipe, tinha 14 anos e jogava no clube carioca desde março de 2018.

Arthur Vinicius
– morava com a família em Volta Redonda e completaria 15 anos neste sábado (9).

Bernardo Pisetta – nascido em Santa Catarina, era goleiro no rubro-negro, mas tinha passagens por outros times de futebol e de futsal.

Christian Esmério – tinha 15 anos, era goleiro Flamengo e colecionava convocações para a seleção brasileira de base. Monitorado por equipes do exterior, era considerado uma grande aposta do clube.

Pablo Henrique da Silva Matos – nascido em Minas Gerais, morava no Centro de Treinamento flamenguista e vestia a camisa do time sub-17 do clube. É primo do zagueiro Werley, do Vasco.

Vitor Isaías – Natural de Santa Catarina, tinha 15 anos, e atuava como atacante no Flamengo há seis meses. Começou a carreira no futsal do Figueirense/SC.

Jorge Eduardo Santos - Natural de Além Paraíba (MG), tinha 15 anos e era lateral esquerdo

Samuel Thomas Rosa - Natural de São João de Meriti (RJ). Tinha 15 anos e era lateral direito

Rykelmo Des Souza Viana - Volante de 17 anos, nascido em Limeira (SP)

Gedson Santos - Atacante de 14 anos, nascido em Itararé (SP)

   Feridos:

Cauan Emanuel Gomes Nunes – tem 14 anos e é natural do Ceará, tendo jogado por times de futebol e futsal do estado natal. Está há três anos no Rio e, desde 2018, veste a camisa do Flamengo em campeonatos da base.

Francisco Diogo Bento Alves - tem 15 anos é também do Ceará. Não teve ferimentos graves, mas foi hospitalizado por ter inalado muita fumaça.

Jhonatan Cruz Ventura – o jovem de 15 anos é o ferido em estado mais grave, com cerca de 35% do corpo queimado. É natural de Vila Velha, no Espírito Santo, e joga como zagueiro. Está internado em uma unidade de tratamento para queimados e corre risco de morte sobretudo pelas queimaduras nas vias aéreas.

Veja também

Eslovênia acusa comitê organizador do Mundial de Handebol de servir comida estragada
Handebol

Eslovênia acusa comitê organizador do Mundial de Handebol de servir comida estragada

Com 21% de chance de queda, Sport encara sequência que lhe deu apenas quatro pontos no 1º turno
Sport

Com 21% de chance de queda, Sport encara sequência que lhe deu apenas quatro pontos no 1º turno