Venda de Elias deve equilibrar finanças no Santa Cruz

Cobra Coral irá embolsar R$ 900 mil, que serão usados em rescisão de atletas, salário e boa parte em troca do gramado do Arruda

Gramado do Arruda sofreu reparos tanto em 2018 quanto em 2019Gramado do Arruda sofreu reparos tanto em 2018 quanto em 2019 - Foto: Kleyvson Santos/Folha de Pernambuco

Equilibrar as finanças nesta reta final de temporada têm sido uma inglória missão para a atual diretoria do Santa Cruz. Mesmo com o presidente Constantino Júnior e o vice-presidente de Marketing garantido que o clube se planejou para esses meses de inatividade, a real situação não é tão simples assim.

Leia também:
Santa quer jogar a Copa Pernambuco no Ninho das Cobras
Santa Cruz acerta saída de Elias para o Athletico/PR
Santa fará novos reparos no gramado do Arruda

No combo de despesas, estão salários atrasados de funcionários, além de verba rescisória para os atletas que fizeram acordo para deixar o clube e também para conseguir trocar o gramado do José do Rêgo Maciel. Tudo isso ganhou mais fôlego por conta de um simples fator: a venda do atacante Elias, para o Athletico/PR.

No total, o Tricolor vai embolsar R$ 900 mil. Campeão da Copa do Brasil 2019, o Furacão vai embolsar R$ 52 milhões apenas em premiação, o que animou ainda mais os tricolores para ver a cor do dinheiro em breve. A principal medida será a troca do gramado do Arruda, que tem início previsto para o começo do mês que vem. A diretoria coral vai gastar cerva de R$ 160 mil no novo piso.    

Veja também

Às vésperas da estreia no Pernambucano, Santa apresenta novos uniformes
Santa Cruz

Às vésperas da estreia no Pernambucano, Santa apresenta novos uniformes

Caso André: Fifa pune e Sport não pode inscrever jogadores
Sport

Caso André: Fifa pune e Sport não pode inscrever jogadores