Verstappen lidera treino no México e quebra recorde

A Red Bull voltou a liderar, desta vez com Max Verstappen que, de quebra, ainda marcou o novo recorde da pista

Verstappen, piloto da Red BullVerstappen, piloto da Red Bull - Foto: AFP/Divulgação

A última sessão de treinos livres antes da classificação para o GP do México mostrou grande equilíbrio entre Red Bull, Mercedes e Ferrari: depois de ficar na frente na sexta-feira (27) com Daniel Ricciardo, a Red Bull voltou a liderar, desta vez com Max Verstappen que, de quebra, ainda marcou o novo recorde da pista com o tempo de 1min17s113.

Reclamando da calibragem dos pneus de sua Mercedes, Lewis Hamilton, que tem grandes chances de sagrar-se tetracampeão neste final de semana, foi o segundo, a 75 milésimos do holandês da Red Bull. O vice-líder do mundial, Sebastian Vettel, foi o terceiro, e Valtteri Bottas, o quarto. Ambos, no entanto, ficaram a menos de dois décimos de Verstappen. Daniel Ricciardo e Kimi Raikkonen fecharam o top 6.

Mais atrás, a briga também é apertada pelas últimas posições do top 10, mas Force India e Renault parecem um passo à frente das demais: Perez e Ocon terminaram o treino em sétimo e oitavo, enquanto Sainz e Hulkenberg fecharam os dez primeiros. Com isso, a Williams andou mais atrás: Felipe Massa terminou o treino em 12º, uma posição à frente do companheiro Lance Stroll.

A classificação para o GP do México será disputada a partir das 16h deste sábado (28) pelo horário de Brasília. Hamilton será campeão no domingo (29), na corrida que começa às 17h, se chegar pelo menos na quinta colocação.

Veja também

Justiça do Trabalho condena Sport a pagar R$ 902 mil para Diego Souza
Sport

Justiça do Trabalho condena Sport a pagar R$ 902 mil para Diego Souza

Brasil encerra Mundial de Handebol em 18º e mira pré-olímpico
Handebol

Brasil encerra Mundial de Handebol em 18º e mira pré-olímpico