A-A+

Vice da CBF acredita que Neymar pedirá dispensa da Seleção

Francisco Novelletto afirmou que seria melhor para todos que o atleta pedisse dispensa e que a atitude jamais vai partir da entidade ou de Tite

Dirigente aponta que a pressão sobre Neymar aumentará na Copa AméricaDirigente aponta que a pressão sobre Neymar aumentará na Copa América - Foto: Reprodução/CBF TV

Francisco Novelletto, vice-presidente da CBF, aposta que Neymar pedirá para não disputar a Copa América pela seleção brasileira. O dirigente afirmou, nesta terça-feira (4), que a pressão da mídia após a acusação de estupro tira as condições psicológicas do camisa 10 de disputar uma competição e ainda avisou que há um novo vídeo do caso para estourar.

Em entrevista concedida ao SBT, o cartola ainda afirmou que seria melhor para todos que o atleta pedisse dispensa e que a atitude jamais vai partir da entidade ou de Tite. "Se o Neymar vier, é capaz de o Brasil não chegar. Eu conheço a imprensa. A imprensa vai pegar no pé. E tem muito mais coisa para aparecer. Amigo meu do Rio de Janeiro disse que tem mais um vídeo para ser jogado na rua", disse o vice da CBF.

Leia também:
Intimada, denunciante de Neymar não vai à delegacia
Ofuscado por Neymar, Brasil encara Catar em amistoso
'Neymar expôs meu filho', diz ex-marido de mulher que acusa jogador
'Ela estava abalada psicologicamente', diz ex-advogado da mulher que acusa Neymar
Polícia do Rio aceita adiar depoimento de Neymar
Promotoria de Paris tem poder para investigar Neymar
Advogados da mulher que acusou Neymar deixam o caso
Neymar se apresentará voluntariamente à Polícia
Laudo relata hematomas de mulher que acusa Neymar
'Não posso julgar o Neymar', diz Tite sobre acusação de estupro


"Se eu sou o Neymar... Veja, se eu tivesse que apostar, se eu tivesse dez fichas e me perguntassem no que eu apostaria, se ele vem ou se vai pedir licença, apostaria que ele não virá e que pedirá licença. Ele não tem condições psicológicas para enfrentar uma Copa América e um batalhão de jornalistas", afirmou.

"Seria um negócio bom para todos, para ele, para a CBF e para o espetáculo. Ele não vai render. Ele já deixou a desejar na Copa do Mundo. Imagina essa carga emocional? Acaba ganhando todo mundo se ele não vier jogar", completou.

Novelletto ainda afirmou que a pressão em cima dele aumentará muito com o decorrer da competição, com Neymar viajando pelas cidades do país para a disputa da Copa América.

"A torcida já ficou na bronca com ele, com a fama de cai-cai. Imagina se ele erra dois ou três passes e não vai bem no primeiro jogo? A própria torcida vai pegar no pé. A CBF não pode cortar. Foram para cima do Tite com a pergunta: seria bom cortar? Veja bem, estou falando por mim, se ele, porventura, pedir licença, teria um bom senso da CBF. O Tite jamais vai cortar, mas, se partir dele (Neymar), não tenho dúvida que a CBF vai ceder", completou.

Em entrevista concedida ainda nesta terça, na França, no Congresso da Fifa, o presidente da CBF, Rogério Caboclo, descartou a possibilidade de cortar o atleta. Ele afirmou que a entidade tem dado todo o suporte para o camisa 10 enfrentar as acusações.

Veja também

Florentin diz que precisa se adaptar às características do elenco do Sport
Futebol

Florentin diz que precisa se adaptar às características do elenco do Sport

Jon Jones é detido acusado de violência doméstica, diz site
EUA

Jon Jones é detido acusado de violência doméstica, diz site