Vice do Náutico rechaça declaração de Guilherme Beltrão

Diógenes Braga classificou de "bravata" a alegação do rubro-negro de que a "preferência é de que o Náutico seja campeão", neste ano

Diógenes Braga, vice-presidente de futebol do NáuticoDiógenes Braga, vice-presidente de futebol do Náutico - Foto: Mandy Oliver/Folha de Pernambuco

Até há pouco tempo, o Campeonato Pernambucano vinha sendo marcado pelo marasmo. Jogos pouco atrativos, baixo comparecimento da torcida e um tanto de desinteresse dos grandes clubes em relação ao torneio. No entanto, próximo à fase final, começam as polêmicas acerca do torneio. Muito por conta da declaração de Guilherme Beltrão, vice-presidente de futebol do Sport, de que haveria uma "preferência para que o Náutico fosse campeão". Diógenes Braga, vice-presidente do Timbu, rebateu a afirmação, a qual classificou de "bravata."

Leia também:
Roberto exige Náutico competitivo contra o Belo Jardim
Terminar como líder da 1ª fase é a motivação do Náutico
Náutico comemora pausa em maratona de jogos

"Fui pego de surpresa. Eu não esperava esse tipo de bravata no futebol, que evoluiu muito. Falamos muito que devemos combater a violência nos estádios. No novo estádio dos Aflitos, vamos fazer um alambrado que vai ser baixo, não vai ser um alambrado que 'enjaule' o torcedor. Porque o conceito moderno de futebol é de civilização. Então, esse tipo de declaração, na minha opinião, de certa forma instiga a violência, porque ela começa a jogar a injustiça como uma parte do processo. E a injustiça leva a reações inesperadas. Eu lamento. Acho que esse é um tipo de declaração ultrapassada", disparou o alvirrubro. 

"Entendo que é um desrespeito à instituição Clube Náutico Capibaribe. Se há uma concepção de que existe um movimento em torno do clube, provavelmente seja uma forma de detectar todo o trabalho em torno do resgate do clube, um movimento catalisado pela volta aos Aflitos. E que os alvirrubros estão vendo a luta do clube para se reerguer, e ele vai se reerguer. Então, talvez, o dirigente, por conhecer pouco sobre o Náutico, imagine que seja um movimento que ele não sabe de onde vem", opinou o alvirrubro. 

De acordo com o dirigente do Náutico, até o momento não houve grandes polêmicas nos jogos disputados no Estadual, em resposta a Guilherme Beltrão, que prefere árbitros de fora nas finais do Estadual. "Não vi jogos decididos em erros de arbitragem e vejo que a Federação Pernambucana está tentando renovar o quadro de árbitros. E isso é extremamente importante, porque Pernambuco sempre produziu árbitros para o País. E só um lembrete: o árbitro que vai apitar o clássico (Sport x Santa Cruz) amanhã, é o árbitro de vídeo, do lance polêmico lá em Salgueiro que deu o título ao Sport (em 2017). É muito difícil receber essa declaração como algo simples, me perdoe, mas acho que o dirigente perdeu uma grande oportunidade de ficar calado", concluiu.

Veja também

Santa anuncia renovação de contrato do artilheiro Pipico
FUTEBOL

Santa anuncia renovação de contrato do artilheiro Pipico

Tite convoca Allan e aguarda melhora de Neymar e Alex Telles
Seleção Brasileira

Tite convoca Allan e aguarda melhora de Neymar e Alex Telles