Náutico

Victor Ferraz pede "cabeça no lugar" para Náutico reagir na Série B

De acordo com o lateral-direito, clube tem que ter inteligência para encarar o Ituano, em São Paulo

Victor Ferraz, lateral-direito do NáuticoVictor Ferraz, lateral-direito do Náutico - Foto: Tiago Caldas/CNC

Autor do gol de empate que livrou o Náutico da derrota para o CSA, nos Aflitos, na última rodada, o lateral-direito Victor Ferraz chegou ao clube recentemente, mas, tem assumido o papel de liderança da equipe. Com apenas cinco aparições até o momento com a camisa alvirrubra, o experiente jogador sequer foi acionado como titular até o momento. Entretanto, tem buscado passar tranquilidade para o elenco diante do momento complicado do time na Série B.

Atualmente, o Náutico soma oito pontos e ocupa a 14ª posição na tabela. Porém, para se ter uma ideia, o Guarani, 18º colocado, tem o mesmo número de pontos do Timbu. O que reforça a necessidade de bons resultados na sequência da competição. Nesta quinta-feira (26), o clube pernambucano visita o Ituano, em São Paulo, às 21h30, precisando do resultado positivo para se afastar do Z-4. E, segundo Ferraz, chegou a hora do time "reagir" no campeonato. 

"A nossa posição na tabela nos preocupa. Não tem um jogador no clube satisfeito com a posição que estamos. Temos que estar em uma posição muito melhor. Chegou o momento de reagir, não tem essa de que está no começo do campeonato. Precisamos reagir, mesmo sendo um jogo difícil", contou.

Com o Alvirrubro há quatro jogos sem vencer na Segundona, Victor Ferraz reforçou a necessidade da conquista dos três pontos, em São Paulo. Porém, segundo o lateral-direito, o Náutico não pode se lançar em busca do resultado positivo a todo cusco. Na visão do jogador, a equipe precisa ter inteligência para sair de campo com o resultado positivo. 

"Precisamos assumir a responsabilidade. A pressão é normal, pois estamos em uma equipe que foi campeã novamente agora. Mas, temos que ter tranquilidade em todos os momentos do jogo, cabeça no lugar. Não vamos ganhar de qualquer jeito. Temos que ter calma, inteligência, lucidez. Para ganhar uma partida, tem que ter várias coisas, além de vontade. Só isso não basta, e estamos se preparando bem para chegar em Itu e fazer um grande jogo para sair com a vitória", enfatizou.  

Veja também

Sport sustenta tabu de nunca ter perdido para o Londrina
Futebol

Sport sustenta tabu de nunca ter perdido para o Londrina

Corinthians desafia Boca por vaga às quartas de final da Libertadores; veja onde assistir
Futebol

Corinthians desafia Boca por vaga às quartas de final da Libertadores; veja onde assistir