[VÍDEO] Conformado, Everton Felipe já fala em recuperação

O prazo inicial de para o retorno do meia-atacante rubro-negro aos gramados gira em torno de seis a oito meses

Everton Felipe mostrou tranquilidade ao falar sobre lesãoEverton Felipe mostrou tranquilidade ao falar sobre lesão - Foto: Williams Aguiar/Sport Club do Recife

Everton Felipe chegou à sala de entrevistas do Centro de Treinamento leonino aparentemente tranquilo. A impressão deixada era a de que ele já havia absorvido a sua trágica situação. “Não tenho muito o que fazer neste momento. Sei que estou em boas mãos aqui no Sport”, disse o atleta, de 20 anos, um dia após romper os ligamentos cruzados do joelho esquerdo, na derrota por 1x0 para o Avaí. O prazo inicial de recuperação gira em torno de seis a oito meses.

Leia também:
Everton Felipe rompe ligamento do joelho

O diagnóstico foi divulgado pelo departamento médico rubro-negro após a realização de um exame de imagem, na manhã de ontem. O jogador passará por cirurgia no próximo fim da semana. Ele ficará sob responsabilidade do vice-presidente médico do Sport, Marcelo Capela.



“A gente nunca está preparado para quando essas coisas acontecem. Sabemos que estamos sob este risco a todo momento. Mas sempre achamos que nunca vai acontecer com a gente”, disse Everton Felipe, em entrevista coletiva na tarde de ontem. “Não tenho muito o que fazer neste momento. Sei que estou em boas mãos aqui no Sport. Tenho de focar na minha recuperação. Tudo dará certo, no final”, completou o atleta.

Everton também afirmou que não pensa em voltar o mais rápido possível. Mas sim, voltar no momento necessário. “Eu não estou preocupado em voltar antes. Eu vou fazer tudo aquilo necessário para voltar a jogar futebol. Eu acho que o importante não é voltar antes, mas sim voltar bem. Não vou antecipar nada. Vou, sim, trabalhar bastante.”

A temporada 2017 já pode ser considerada a melhor da ainda curta carreira do atleta como profissional. Ao todo, no ano, Everton Felipe esteve em campo em 38 oportunidades. Entre elas, figurou no banco de reservas em seis jogos. Quatro gols foram anotados.

“Vou deixar de estar dentro de campo, neste período. Mas, fora de campo, estarei presente, sim. Só quando os médicos do Sport falarem que eu não posso, não irei ao estádio. Mas quarta-feira estarei lá. Eu vou subir as escadas das cadeiras da Ilha do Retiro, como sempre faço. Vou apoiar o time e quero pedir para o torcedor apoiar também”, falou o atleta, se referindo ao decisivo duelo contra a Ponte Preta, válido pela primeira partida das oitavas de final da Copa Sul-Americana.

“Essa mesma equipe que esta aí, passando por uma fase complicada, é a mesma que chegou a ser quinta colocada no Brasileiro. Infelizmente, estamos em má fase mesmo. Até eu me machuquei (risos). Essa foi a minha primeira. Nunca passei nem uma semana no DM. Mas vai dar tudo certo”, finalizou o sempre espirituoso Everton Felipe.

Veja também

Inter humilha São Paulo no Morumbi e volta à liderança do Brasileiro
Campeonato Brasileiro

Inter humilha São Paulo no Morumbi e volta à liderança do Brasileiro

Veja como o Náutico pode se livrar na próxima rodada do risco de queda à Série C
Futebol

Veja como o Náutico pode se livrar do risco de queda à Série C