[Vídeo] Guto quer Sport aliviando nos treinos físicos

Treinador rubro-negro defende que o Sport reduza a intensidade dos treinos físicos na reta final da Série B

Guto Ferreira, técnico do SportGuto Ferreira, técnico do Sport - Foto: Ed Machado/Folha de Pernambuco

Não é precipitado dizer que o Sport está com um pé na Série A. Na noite desta segunda-feira (14), o Leão bateu o Cuiabá, na Ilha do Retiro, e chegou a 52 pontos. Faltando nove jogos, o rubro-negro precisa, em tese, de dez ou 11 pontos para se garantir na primeira divisão. Apesar da situação confortável, o técnico Guto Ferreira quer o Leão mais aguerrido e concentrado do que antes, embora defenda treinos mais leves.

Leia também:
Guto elogia defesa rubro-negra e a participação do torcedor
No Sport, Bruno Peres buscar se reerguer na carreira
Elenco do Sport sobra em eficiência no ataque
Sport acerta com goleiro Felipe, ex-Náutico
Reservas vêm fazendo a diferença no Sport


"Estamos perto (do acesso), mas ainda não chegamos. Mais do que nunca é preciso equilíbrio, pés firmes no chão e muita luta para atingirmos nosso objetivo. Estamos numa crescente e agora é descansar. Vamos para Porto Alegre na quinta, fazer base lá e depois no domingo buscar mais três pontos", adiantou, em alusão ao jogo contra o Brasil de Pelotas/RS, próximo adversário do Leão, no Rio Grande do Sul.

Segundo o treinador, o momento é de forçar menos nos treinos físicos. "A parte física, faltando um mês e meio, não vai baixar. Agora vai ser para 'tirar o pé' no treinamento e botar para jogar. O acréscimo em termos de tática, de melhoria, é pouco. O Sport vai muito mais agora no emocional, porque já tem um conteúdo de tática, de modelo, de estratégia de jogo", explicou, antes de revelar o planejamento para o próximo jogo.

"O nosso trabalho agora é treinar menos. Nossa viagem até lá (Pelotas) é muito longa, de quase 11 horas. Vamos na quinta-feira (17), três dias antes do jogo, e estamos 'quebrando' a viagem em Porto Alegre. Descansamos, treinamos na sexta, no sábado de manhã, e depois viajamos quatro horas de ônibus. Estamos muito perto para criar qualquer tipo de problema", detalhou o comandante rubro-negro. 

Veja também

Uefa analisa Liga dos Campeões com mínimo de 10 jogos por time
Liga dos Campeões

Uefa analisa Liga dos Campeões com mínimo de 10 jogos por time

Após ganhar fôlego, Corinthians busca novo salto no Brasileiro
Futebol

Após ganhar fôlego, Corinthians busca novo salto no Brasileiro