Vitão fala sobre estilo duro em apresentação: 'Vontade'

Novo zagueiro do Santa Cruz para temporada 2019 tem a bola aérea e a marcação forte como trunfos

Vitão chegou como reforço na zaga do Santa Cruz Vitão chegou como reforço na zaga do Santa Cruz  - Foto: Daniel Lima/Folha de Pernambuco

Em sua apresentação no Santa Cruz, o zagueiro Vitão, primeiro reforço anunciado oficialmente para a temporada 2019, foi questionado sobre as entradas mais fortes, vistas nos treinos com bola, em Aldeia. As chegadas duras nos companheiros fazem parte do estilo de jogo do defensor, que procura controlar o excesso de vontade nos trabalhos coletivos.

“Todo treino procuro me dedicar ao máximo, às vezes tento diminuir um pouco a força, mas às vezes pego o tornozelo do companheiro por muita vontade. Mas só estou buscando meu espaço como todos”, declarou. Além da marcação forte como virtude, a bola aérea é um fundamentos que Vitão prioriza. “Costumo treinar muito a jogada por cima porque zagueiro tem que ter uma bola alta boa e impulsão. Procuro sempre estar treinando isso, antecipação, bola alta”, comentou o zagueiro.

Leia também:
Santa estima concluir troca do gramado antes da estreia no Arruda
Elenco do Santa muda rotina e treina na praia de Boa Viagem
Com pausa no Natal, Santa marca jogo-treino e agenda amistoso
Santa promete mais cinco reforços até a próxima semana

Vitão chamou a atenção da diretoria do Santa Cruz no Campeonato Pernambucano deste ano, quando o defensor foi vice-campeão estadual pelo Central, disputando 18 jogos, todos como titular, e marcando um gol. Após ganhar destaque no clube caruaruense, ele se transferiu para o Salgueiro, onde jogou apenas seis partidas da Série C e balançou as redes uma vez, mas acabou sendo rebaixado para a Quarta Divisão. No Carcará, o atleta de 25 anos chegou na reta final do Brasileiro e não teve tantas oportunidades. Antes de atuar em Pernambuco, o jogador só havia atuado no Distrito Federal – Ceilândia e Brasilense.

“Fiz um primeiro bom semestre e foi sondado pelo Santa Cruz. Recebi propostas de outros clubes, mas optei pelo Santa. No Central, conseguir fazer um grande trabalho, mas infelizmente não conseguimos o título”, pontuou.

Veja também

Hereda volta, e Náutico terá 'mais opções' para encarar o Oeste
Náutico

Hereda volta, e Náutico terá 'mais opções' para encarar o Oeste

Uefa considera realizar Eurocopa em um só país, segundo Rummenigge
Eurocopa

Uefa considera realizar Eurocopa em um só país, segundo Rummenigge