Futebol

Vivendo melhor início de temporada da carreira, Erick se candidata a papel principal no Náutico

Atacante alvirrubro conseguiu nos cinco primeiros jogos de 2021 o que demorou para conquistar em 12 partidas em 2017 e 45 em 2020 no Náutico

Vice-artilheiro do Náutico e do Campeonato Pernambucano, Erick tem melhor início de temporada da carreiraVice-artilheiro do Náutico e do Campeonato Pernambucano, Erick tem melhor início de temporada da carreira - Foto: Tiago Caldas/CNC

O início da temporada 2021 do Náutico vem animando o torcedor alvirrubro e o poderio ofensivo apresentado nas primeiras cinco partidas surpreende, especialmente quando comparado ao desempenho dos últimos anos. Mas um destaque em especial se beneficia da força do ataque do Timbu, chegando a uma marca inédita na carreira. Com cinco gols marcados nas cinco partidas disputadas em 2021, o atacante Erick tem o melhor início de temporada desde que estreou como profissional, em 2017. No último ano com a camisa do Náutico, por exemplo, foram necessárias 45 partidas para chegar aos cinco gols. 

O atacante de 23 anos parece ter encontrado de vez a sua veia goleadora, que chegou a brilhar em momentos da sua temporada de estreia, em 2017, mas estava adormecida nos últimos anos. Em 2021, apenas o centroavante Kieza, com seis gols, supera Erick no elenco alvirrubro nesse quesito. Ambos também dominam a lista de artilheiros da atual edição do Campeonato Pernambucano.

A melhor temporada de Erick, em números, foi a de 2017, quando acabou promovido ao elenco principal do Náutico. Naquele ano, foram nove gols em 39 partidas, entre Série B, Pernambucano e Copa do Nordeste. Em 2017, para chegar aos cinco gols, marca da atual temporada, foram necessárias 12 partidas em dois meses de temporada. 

Em agosto do mesmo ano, Erick foi transferido para o Braga, de Portugal. Em terras lusitanas, porém, não conseguiu o mesmo desempenho da temporada de estreia no Náutico. Foram apenas 12 jogos, sendo 11 na equipe B e nenhum gol marcado. 

Em 2018, voltou ao Brasil, após ser emprestado ao Vitória/BA, onde disputou a Série A do Brasileirão e o estadual, ficando no clube até março de 2019. Durante a passagem de nove meses pelo rubro-negro de Salvador, marcou apenas três gols em 32 jogos disputados. 

Erick voltou para Portugal logo em seguida, onde disputou parte da temporada 19/20 pelo Gil Vicente, sem marcar gols nos 11 jogos disputados.

Já em 2020, voltou ao Náutico e não demorou para achar o caminho das redes novamente. No segundo jogo pela equipe alvirrubra, marcou o gol da vitória, diante do Petrolina. Na temporada 2020, disputou o Pernambucano, Copa do Nordeste, Copa do Brasil e a Série B do Brasileirão. Em 50 jogos, foram 7 gols marcados. Para chegar à marca atual, foram necessárias 45 partidas, em pouco menos de um ano decorrido da longa temporada de 2020, interrompida por três meses, por conta da pandemia.

Veja também

Monaco e Lyon vencem e seguem na luta pelo título do Francês
Futebol Internacional

Monaco e Lyon vencem e seguem na luta pelo título do Francês

Zagueiro Sabino, ex-Coritiba, é oficializado como reforço no Sport
Sport

Zagueiro Sabino, ex-Coritiba, é oficializado como reforço no Sport