Vladimir Putin admite erros em sistema de exame

Putin afirmou ainda que o Comitê de Instrução da Rússia irá até o fim com as apurações a fim de descobrir todos os culpados dos casos de doping.

Porém, presidente nega que estado tenha apoiado fraude  Porém, presidente nega que estado tenha apoiado fraude  - Foto: vyacheslav oseledko/afp

 

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, reconheceu que houve falhas no sistema de exame antidoping do país, porém reafirmou que jamais existiu apoio do Estado com o intuito de apoiar as infrações. “O sistema de exame antidoping que tínhamos não funcionou, e é nossa culpa. Temos que admitir e dizer abertamente”, disse o chefe do Kremlin, em reunião para definir detalhes da Universíade de Inverno 2019, que será sediada em Krasnoyarsk.
Putin afirmou ainda que o Comitê de Instrução da Rússia irá até o fim com as apurações a fim de descobrir todos os culpados dos casos de doping. Ao mesmo tempo que reiterou que na Rússia “nunca existiu e nunca existirá um sistema estatal de apoio ao doping”.

Em fevereiro, o presidente da Federação Internacional de Atletismo(IAAF), Sebastian Coe revelou que a Rússia não poderá participar de nenhuma competição como país da família do atletismo antes de novembro deste ano. A Rússia está suspensa desde o final de 2015, graças a um escândalo de doping institucionalizado. As sanções já tinham sido ampliadas em março e junho de 2016, o que tirou atletas da Rio 2016.

 

Veja também

Primeiro evento-teste dos Jogos de Tóquio é adiado por dois meses
Olimpíadas

Primeiro evento-teste dos Jogos de Tóquio é adiado por dois meses

Morre ex-piloto de F1 espanhol Adrián Campos, descobridor de Fernando Alonso
Fórmula 1

Morre ex-piloto de F1 espanhol Adrián Campos, descobridor de Fernando Alonso